10 Atrizes que Merecem Ganhar o Oscar

10 Atrizes que Merecem Ganhar o Oscar

COMPARTILHE!

O Oscar, o maior prêmio do mundo do cinema, ocorre uma vez por ano, e elege 10 atrizes por vez, sendo apenas duas as vitoriosas (uma na categoria coadjuvante e outra na principal). Sendo assim, é natural que muitas atrizes fantásticas ainda não tenham sido agraciadas com a estatueta dourada, outras sequer com uma indicação. Injustiças ocorrem a cada edição, e para atrizes fora da rota de Hollywood é ainda mais difícil; pegue Isabelle Huppert, por exemplo, a francesa é indiscutivelmente uma das melhores atrizes que o cinema já acolheu, e mesmo assim só foi agraciada com uma indicação ano passado, pelo filme Elle.

A proposta desta nova lista do CinePOP, no entanto, é enfatizar as atrizes que mais bola na trave deram ao longo de suas carreiras, mas que continuam ativas, entregando um trabalho sólido atrás do outro. Pensamos que não demorará muito até a Academia finalmente as reconhecer e querer prestigiá-las com a estatueta. Fica aqui nossa homenagem e protesto para que em breve estas mulheres mais que talentosas sejam recompensadas por suas contribuições.

10 | Carey Mulligan

A britânica de 32 anos pode ser considerada uma novata, mas já conquista lugar entre as injustiçadas. Mulligan estreou com o pé direito no cinema, com um papel de relativa importância em Orgulho & Preconceito (2005), de Joe Wright. Os holofotes se voltaram para ela quatro anos depois em Educação (2009), sua primeira e única indicação ao Oscar.



Indicada por: Educação (2009).

Poderia ter sido indicada por: Não Me Abandone Jamais (2010), Drive (2011), Shame (2011), O Grande Gatsby (2013), Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum (2013), As Sufragistas (2015) e Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississipi (2017).

09 | Michelle Williams

Aqui está uma verdadeira injustiçada. Saída do seriado teen Dawson´s Creek (1998-2003), ninguém poderia imaginar que a carreira desta americana de 37 anos iria decolar como fez, em especial porque durante o programa e logo após ele encerrar, a carreira proeminente dentre os membros do elenco era a de Katie Holmes. Como o mundo dá voltas, não é mesmo? Agora, Williams está com tudo e Holmes tem como ponto alto o casamento com Tom Cruise. Williams coleciona quatro indicações sem vitória.

Indicada por: O Segredo de Brokeback Moutain (2005), Namorados para Sempre (2010), Sete Dias com Marilyn (2011) e Manchester à Beira-Mar (2016).

Poderia ter sido indicada por: O Atalho (2010), Ilha do Medo (2010), Entre o Amor e a Paixão (2011), Sem Fôlego (2017) e Todo o Dinheiro do Mundo (2017).

08 | Sally Hawkins

Hawkins está indicada ao Oscar 2018 e pode muito bem sair da noite de 4 de março com sua primeira estatueta de melhor atriz. No papel da sonhadora muda Elisa, a inglesa de 41 anos impressiona por ter aprendido linguagem de sinais e atuar com ela. Esta, no entanto, não é a primeira atuação chamativa desta atriz talentosa, e prevemos que em breve – e talvez muito em breve mesmo – ela será dona do prêmio máximo.

Indicada por: Blue Jasmine (2013) e A Forma da Água (2017).

Poderia ter sido indicada por: O Sonho de Cassandra (2007), Simplesmente Feliz (2008), Revolução em Dagenham (2010) e Maudie (2016).

07 | Rooney Mara

De todas até o momento na lista, a jovem Mara, de 32 anos, é a que possui menos tempo de carreira, aparecendo no mundo do cinema com papeis de mais destaque em 2008. Em 2010 foi que vieram seus trabalhos mais chamativos, no remake de A Hora do Pesadelo, no qual abocanhou o papel da protagonista Nancy, e principalmente na participação em A Rede Social, de David Fincher, a qual rendeu para a atriz uma nova parceria com o diretor em Millenium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011). No filme, Mara entrega o melhor desempenho de sua vida, e com ele conquistou a primeira indicação ao Oscar. Desde então, porém, é um “tiro” atrás do outro nos filmes em que participa.

Indicada por: Millenium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011) e Carol (2015).

Poderia ter sido indicada por: Amor Fora da Lei (2013), Terapia de Risco (2013), Ela (2013), Una (2016), Lion: Uma Jornada para Casa (2016), A Ghost Story (2017) e De Canção em Canção (2017).

06 | Laura Dern

Uma das maiores veteranas da lista, Laura Dern, de 51 anos, é filha dos atores Bruce Dern e Diane Ladd. A atriz começou sua carreira novinha, ainda na década de 1980, e ficou marcada pelos filmes ao lado do mestre David Lynch, vide Veludo Azul (1986) e Coração Selvagem (1990). Dern tem no currículo o sucesso colossal Jurassic Park (1993), e recentemente parece ter dado novo gás à sua carreira – alternando indicações ao Oscar, com trabalhos em blockbusters esmagadores, vide Star Wars: Os Últimos Jedi (2017), e séries de TV de sucesso, Twin Peaks e Big Little Lies (ambas de 2017).

Indicada por: As Noites de Rose (1991) e Livre (2014).

Poderia ter sido indicada por: Coração Selvagem (1990), Ruth em Questão (1996), O Céu de Outubro (1999), Império dos Sonhos (2006), O Mestre (2012), 99 Casas (2014) e Certas Mulheres (2016).

05 | Jessica Chastain

Esta é barbada! Chastain é uma das atrizes mais talentosas e quentes do momento. Tudo que falta para esta bela ruiva é uma estatueta do Oscar decorando sua lareira. O ano no qual a atriz apareceu para o mundo foi em 2011, o mesmo em que foi revelada Jennifer Lawrence. Apesar de ser mais nova, J-Law já tem seu Oscar. Chastain, de 40 anos, não vai demorar para ter o seu também, ainda mais se seguir pelo caminho no qual está, desempenhando uma performance brilhante atrás da outra.

Indicada por: Histórias Cruzadas (2011) e A Hora Mais Escura (2012).

Poderia ter sido indicada por: A Árvore da Vida (2011), Coriolano (2011), O Abrigo (2011), Em Busca de um Assassino (2011), Dois Lados do Amor (2014), Miss Julie (2014), Interestelar (2014), O Ano Mais Violento (2014), Perdido em Marte (2015), Armas na Mesa (2016), O Zoológico de Varsóvia (2017), A Grande Jogada (2017) e Woman Walks Ahead (2017).

04 | Annette Bening

A segunda maior veterana da lista, e a atriz mais experiente com mais indicações. Bening, de 59 anos, apesar de mais velha que Laura Dern, outra veterana da lista, começou a carreira mais tarde, e ganhou destaque mesmo na década de 1990, com Os Imorais – sua primeira indicação. No entanto, Bening logo conquistou o carinho dos votantes da Academia (o casamento com o poderoso Warren Beatty pode ter ajudado) e conquistou quatro indicações, apesar de ainda não ter uma vitória.

Indicada por: Os Imorais (1990), Beleza Americana (1999), Adorável Julia (2004) e Minhas Mães e Meu Pai (2010).

Poderia ter sido indicada por: Bugsy (1991), Segredos do Coração (1994), Ricardo III (1995), Meu Querido Presidente (1995), Pacto de Justiça (2003), Correndo com Tesouras (2006), Ginger & Rosa (2012), Uma Nova Chance para Amar (2013), The Search (2014), Mulheres do Século 20 (2016) e Film Stars Don´t Die in Liverpool (2017).

03 | Amy Adams

A lista está repleta de atrizes talentosas e injustiçadas. Mas nenhuma levanta campanha tão grande para uma vitória quanto Amy Adams. O fato já virou inclusive meme nas redes sociais e inicia um movimento parecido com o que ocorreu com Leonardo DiCaprio, resultando em sua vitória no ano retrasado. Adams, de fato, está ficando conhecida pelos cinéfilos como DiCaprio de saia. Não duvidamos que com seu talento, em breve ela conquistará a honraria. Apesar da aparência mais jovem, Adams já tem 43 anos, e cinco indicações sem vitória na carreira (a segunda maior da lista).

Indicada por: Retratos de Família (2005), Dúvida (2008), O Vencedor (2010), O Mestre (2012) e Trapaça (2013).

Poderia ter sido indicada por: Encantada (2007), Jogos do Poder (2007), Trabalho Sujo (2008), A Vida Num Só Dia (2008), Julie & Julia (2009), Ela (2013), Grandes Olhos (2014), A Chegada (2016) e Animais Noturnos (2016).

02 | Michelle Pfeiffer

Apesar de ser uma atriz muito talentosa, Michelle Pfeiffer por pouco não ficou de fora da lista. E por pouco, eu quero dizer, se esta lista fosse feita em 2016, por exemplo, já que o mote é falar de atrizes que continuam a entregar boas atuações dignas de prêmios e não apenas de feitos do passado. Então, é natural que Pfeiffer tenha entrado, após um fenomenal ano de 2017 (O Mago das Mentiras, mãe!, Assassinato no Expresso do Oriente), que levantou sua carreira com interpretações das quais não víamos a atriz entregar há muito tempo. De fato, ano passado foi tão especial para ela, que a eterna Mulher Gato, hoje com 59 anos, se posicionou no segundo lugar, e ficou com a medalha de prata.

Indicada por: Ligações Perigosas (1988), Susie e os Baker Boys (1989) e As Barreiras do Amor (1992).

Poderia ter sido indicada por: O Feitiço de Áquila (1985), A Casa da Rússia (1990), Frankie & Johnny (1991), Batman: O Retorno (1992), A Época da Inocência (1993), Mentes Perigosas (1995), Íntimo & Pessoal (1996), Terras Perdidas (1997), Nas Profundezas do Mar Sem Fim (1999), Uma Lição de Amor (2001), mãe! (2017) e Assassinato no Expresso do Oriente (2017).

01 | Glenn Close

Quem diz que Amy Adams é a maior injustiçada do Oscar não conhece Glenn Close. A veterana, de 70 anos, começou a carreira em meados da década de 1970, mas ganhou destaque no início da de 1980. E foi justamente nesta época, em 1983 para ser mais preciso, que Close descolou a primeira indicação ao Oscar, num total de 6, sem vitória. O fato já se tornou até brincadeira para esta talentosa estrela, que diz ser muito confundida fisicamente com Meryl Streep, apenas nunca em premiações – já que Streep sempre sai indicada ou vitoriosa e Close não. A atriz continua a entregar trabalhos sólidos e sua última indicação ocorreu não faz muito tempo, em 2012.

Indicada por: O Mundo Segundo Garp (1982), O Reencontro (1983), Um Homem Fora de Série (1984), Atração Fatal (1987), Ligações Perigosas (1988) e Albert Nobbs (2011).

Poderia ter sido indicada por: O Fio da Suspeita (1985), O Reverso da Fortuna (1990), Hamlet (1990), A Casa dos Espíritos (1993), O Jornal (1994), 101 Dálmatas (1996), Um Canto de Esperança (1997) e Por Conta do Destino (2005).