10 Franquias que Deveriam Ser Refilmadas

10 Franquias que Deveriam Ser Refilmadas

COMPARTILHE!

Depois de escrever sobre as 10 franquias que nunca deveriam ser refilmadas, claro que eu me senti motivado a também fazer uma lista daquelas que gostaria de ver reiniciadas no cinema.  Apesar de, na maioria das vezes, esses “reboots” visarem apenas o dinheiro fácil e solucionar a falta de criatividade de maneira preguiçosa, sob certas condições as refilmagens podem ser não só uma coisa boa, mas também algo necessário.

Ao meu ver, alguns gêneros de filmes aceitam melhor ou até pedem por refilmagens. É o caso, por exemplo, dos filmes de super-heróis. A trama de um vigilante ou grupo de heróis pode ser reutilizada desde que se dê uma roupagem criativa e que se diversifique os desafios que serão enfrentados. Quando os personagens são baseados em quadrinhos, esta tarefa fica ainda mais fácil pois geralmente tem-se um vasto material com diferentes sagas e histórias para se basear.  Isso pode levar a termos, em alguns casos, duas ou mais versões bem sucedidas e reverenciadas para um mesmo personagem. É o caso, por exemplo, do Batman de Tim Burton e do Batman de Christopher Nolan.

Outra boa razão para que um filme seja reiniciado é o fato de que, apesar de existir uma boa ideia inicial ou um vasto legado de onde se extrair um longa-metragem, isso ainda não tenha sido feito ainda.  Nestes casos, temos personagens interessantes e até amados em outras “mídias” mas que nunca tiveram uma representação digna disso na sétima arte. Às vezes, nem mesmo na segunda ou terceira tentativas isso foi alcançado, como aconteceu recentemente com ‘Quarteto Fantástico‘. Já em outras ocasiões, a primeira iteração foi tão mal sucedida que a franquia acaba pagando o preço e sendo totalmente barrada de voltar ao cinema, fato ocorrido com a franquia Eragon.




Seja por um motivo ou por outro, destaco novamente o fato de que qualquer refilmagem, para ser bem aceita e ter sucesso, precisa ser feita no momento certo e com a motivação correta, sempre respeitando o material original e seus fãs. Às vezes temos uma nova estrela capaz de carregar a tocha com dignidade, como no caso de Tom Hardy em ‘Mad Max‘. Ou podemos também ter um diretor visionário com uma abordagem nova e criativa para dar sua contribuição em algum universo cinematográfico já existente, como foi o caso de Christopher Nolan. Para algumas franquias, essa é uma necessidade para a sua sobrevivência e pode gerar ótimos filmes capazes de entreter por gerações, como é o caso dos filmes de ‘James Bond‘.

Na lista, darei preferência para aquelas franquias que, na minha opinião, ainda não possuem uma representação digna na telona e que poderiam gerar ótimos filmes caso sejam tratados da forma correta.

 

10. Resident Evil




Já começo a lista com uma polêmica, pois será lançado no ano que vem o sexto (e ao que parece, último) filme desta franquia que, para o bem ou para o mal, é a adaptação de videogames para o cinema mais bem sucedida de todos os tempos. O problema é que, para quem conhece o material original, fica claro que esses filmes fugiram bastante da pegada de terror que existia nos primeiros jogos dessa franquia de games que criou o gênero de “Survival Horror”. A triste ironia é que o mesmo destino assombrou os últimos jogos, que mudaram o foco de terror para a ação desenfreada e a matança sem sentido.

 

9. Demolidor

Acredito que este seja o momento perfeito para a volta do “homem sem medo” às telonas. Com uma série de TV que é sucesso de crítica e público produzida pelo Netflix e com seu protagonista se mostrando extremamente talentoso, é só uma questão de transportá-lo da forma correta para o cinema e apagar da nossa memória aquela aberração estrelada por Ben Afleck. É bem provável que já tenhamos uma amostra disso no próximo filme do Capitão América, “Guerra Civil”.

 

8. Dungeons & Dragons

Mesmo já tendo sido traduzida com sucesso para um saudoso desenho na década de 80, esta franquia ainda está carente de uma adaptação decente para o cinema. A bomba lançada em 2000, apesar de contar com Jeremy Irons no elenco, foi um fracasso total. Já foi provado pela trilogia do Hobbit que podemos ter um bom filme de dragão no cinema e o mundo desta franquia está repleto de mitologia e bons personagens. Talvez o recente fim pela batalha pelos direitos cinematográficos e a notícia de que um novo filme será produzido possa acender novamente nossa esperança.

 

7. Eragon

E por falar em filme de dragão, que tal um filme com este monstro mítico no cerne da trama e baseado em uma aclamada trilogia de livros? Sucesso garantido, certo? Errado. E a prova disso é o filme de 2006 que, por triste ironia, também tem Jeremy Irons no elenco e parece ter enterrado os planos de trazer o resto da “Trilogia da Herança” para a telona. Então vai uma sugestão: mantenham Jeremy Irons longe do filme (e de qualquer outro filme com dragão) e respeitem o material original da obra infanto-juvenil de Christopher Paolini.

 

6. Lanterna Verde

O filme de 2011 estrelado por Ryan Reynolds já virou piada até para o próprio ator, como pôde ser visto no trailer de seu próximo filme de super-herói, Deadpool, no momento em que ele tira sarro da roupa verde feita por computação gráfica. Até que o filme não é tão ruim assim, mas está longe de fazer justiça ao legado e à importância que o personagem tem para o mundo da DC. Mais um exemplo de como faz diferença termos a criadora dos personagens envolvida na produção de seus filmes.

 

5. Motoqueiro Fantasma

Este é um dos meus personagens favoritos nos quadrinhos e possui um conflito e profundidade psicológicos nunca abordados de maneira correta pelos filmes estrelados por Nicolas Cage, que não conseguiram fugir dos clichês. Com os direitos novamente com a Marvel desde 2013, estou na torcida para que ela decida finalmente trazer Johnny Blaze ao cinema da forma como ele merece.

 

4. Spawn

Aqui temos outro personagem com ótima profundidade mas que, além de precisar negociar com o Diabo pelo controle de sua alma, também é assombrado pelo terrível filme de 1997. Talvez hoje, com melhores efeitos especiais e um elenco mais adequado, seja possível fazer uma adaptação para retratar a riqueza deste universo.

 

3. Quarteto Fantástico

Este talvez seja o maior exemplo de ganância tomando o lugar de criatividade e respeito ao material original. De tempos em tempos, para que os direitos não voltem à Marvel, a Fox precisa lançar um filme do quarteto e, infelizmente, não tem aproveitado para fazer um bom trabalho. Nem o filme de 2005 (ou sua continuação) e muito menos o mais recente de 2015 conseguiram fazer jus ao legado da primeira família de super-heróis dos quadrinhos. Minha última esperança é que algum acordo seja feito e que os direitos voltem para a Marvel. E isso deve demorar.

 

2. O Último Mestre do Ar

Baseado em um cultuado desenho animado (‘Avatar – The Last Airbender’), o filme de 2010 foi uma tentativa medíocre de trazer esse rico universo para a sétima arte. Isso talvez tenha relação com a crise de identidade do diretor M. Night Shyamalan desde que ele decidiu, sem sucesso ainda, mudar o foco de sua carreira e provar que poderia fazer mais do que filmes de suspense ou terror. O fato é que ainda estão nos devendo uma versão “live action” ao menos interessante.

 

1. Dragon Ball

Para fechar a lista, nada mais apropriado do que, na minha opinião, uma das piores adaptações para o cinema de um universo tão reverenciado e rico quanto o de Dragon Ball. Esta série japonesa criada pelo lendário Akira Toriyama, que arrebatou fãs nos mangás e nos desenhos animados em várias sagas, foi brutalizada por hollywood em um indescritível lixo lançado em 2006. Nunca imaginei que alguém acharia uma boa ideia transformar Goku em um adolescente de colegial americano consumista e paquerador. Com novos filmes animados de ótima qualidade ainda sendo lançados, o motivo desta franquia estar na minha lista é porque acredito ser possível termos esta transição para o universo “live action” com um resultado infinitamente melhor do que a primeira tentativa, como já foi provado pela recente e aclamada trilogia baseada nos animes de Kenshin (Samurai X no Brasil).

 

Não se esqueça de compartilhar nos comentários a sua lista de franquias que merecem ser refilmadas!

Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema!


Não esqueça de CURTIR nossa MATÉRIA ESPECIAL: