Os 10 Melhores Diabos do Cinema

Os 10 Melhores Diabos do Cinema

COMPARTILHE!
Dê a sua Nota

Os critérios usados nesta lista foram performance do ator e caracterização do personagem.

A qualidade do filme também foi levada em conta, mas como item classificador de menor importância.

Confira abaixo:

10. O Homem Que Bebeu Com o Diabo (The Man Who Drinks With The Devil, 1995)




Curta-metragem baiano tosco até a alma (sem trocadilhos), mas onde destaca-se a imponência do ator José Menezes no papel do melhor tinhoso nacional.

9. Tenacious D – Uma Dupla Infernal (Tenacious D and The Pick Of Destiny, 2006)

David Growl (ex-Nirvana), vocalista do Foo Fighters, encarna um diabão de dez metros de altura que aceita o duelo de guitarras proposto pelo rockeiro JB (Jack Black). Quase irreconhecível sob quilos de maquiagem, Growl aparece só no final da comédia, mas sua participação é memorável.





8. Endiabrado (Bedazzled, 2000)

Quem seria louco de resistir as tentações propostas por uma gostosa como Elizabeth Hurley? Então vamos perdoar Brendan Fraser que aceitou trocar sua alma com a diaba por 7 desejos na tentativa de conquistar a garota de seus sonhos. Detalhe: de chifre a modelo inglesa entende, pois, foi durante seu namoro com Hugh Grant que o ator foi flagrado recebendo sexo oral de uma prostituta em Los Angeles.

7. As Bruxas de Eastwick (The Witches of Eastwick, 1987)

Jack Nicholson e suas sobrancelhas arqueadas dispensam qualquer maquiagem nesta comédia oitentista onde o chifrudo é disputado pelas então beldades Michelle Pfeiffer, Cher e Susan Sarandon. Virou série de TV em 2010.

6. A Lenda (Legend, 1985)

Esta fantasia bobinha dirigida por Ridley Scott é o primeiro filme da carreira de Tom Cruise como protagonista. Tim Curry interpreta o Senhor das Trevas, um ser monstruoso (dotado de um par de chifres de fazer inveja a qualquer marido traído) que almeja arremessar seu mundo numa eterna era de gelo.

5. A Profecia (The Omen, 1976)

O AntiCristo chega à Terra na forma de um garoto que é tratado como se fosse filho de um casal americano. Apesar da tenra idade, a atuação do garoto Harvey Stephens no papel do diabólico Damien (e todo o misticismo que o envolve) provoca calafrios. O filme teve uma refilmagem inferior em 2006.

4. O Exorcista (The Exorcist, 1973)

Imitado a exaustão, mas nunca superado, um dos melhores filmes de horror já produzidos. A atriz Linda Blair divide os méritos com a equipe de efeitos visuais no papel da garota possuída por entidades demoníacas que vomita toneladas de catarro verde, consegue fazer o pescoço girar 180 graus e é capaz de blasfemar em diversas línguas mortas.

3. Coração Satânico (Angel Heart, 1989)

A presença onipresente e forte de Robert DeNiro no papel de Louis Cypher é capaz de causar arrepios na coluna. E olha que o filme quase não tem efeitos especiais. Mickey Rourke faz o detetive contratado por DeNiro para encontrar um músico desaparecido.

2. South Park – Maior, Melhor e Sem Cortes (South Park – Bigger, Longer and Uncut, 1999)

A série mais politicamente incorreta do planeta estreou nos cinemas com esta pérola da animação, apresentando um Diabo gay que é submisso a seu parceiro Saddam Hussein e vive tentando discutir a relação.

1. O Advogado do Diabo (Devil’s Advocate, 1997)

Al Pacino e seu verborrágico discurso no final já garantiriam o primeiro posto mesmo se o filme fosse ruim. Pacino encarna John Milton, chefe de uma poderosa firma de advocacia que quer a todo custo seduzir – em todos os sentidos – o jovem e ambicioso Kevin Lomax (Keanu Reeves).

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «