5 curiosidades que descobrimos com os extras de um filme

5 curiosidades que descobrimos com os extras de um filme

COMPARTILHE!

Em tempos de distribuição digital em que plataformas acessíveis e baratas como o Netflix dominam o cenário daqueles que querem relaxar com um filme no conforto do lar (ou de maneira portátil), é cada vez mais raro encontrar alguém que compre Blu-rays ou DVDs para colecionar.

Só mesmo os cinéfilos mais puristas ou aqueles que querem presenteá-los é que continuam fiéis a esse mercado. O que dizer então dos extras e documentários de produção que acompanham os discos dos filmes? A verdade é que quase ninguém os assiste. Esse é um nicho ainda mais restrito, mas eu estou aqui para defendê-lo e tentar mostrar porque vale à pena assistir aos extras de um filme.

Todo cinéfilo tem sua lista de filmes, atores e diretores favoritos e muitos deles também se interessam em saber tudo relacionado aos integrantes destas listas. Se você ficar antenado em sites que, como o CinePOP, falam deste tema, com certeza saberá dos novos projetos e lançamentos. Mas se você, assim como eu, quiser realmente se aprofundar em todo o processo de criação de algum filme ou se divertir com as piadas e erros de gravação, só os extras irão te saciar.




Eu sempre sonhei em ser um diretor de cinema e por isso me interesso por todos os aspectos envolvidos na criação de um filme, desde sua concepção inicial até sua premiere e recepção pelo público. Os materiais extras me permitiram dar vazão a essa curiosidade e também entender melhor todos os percalços e dificuldades envolvidas na produção de um “blockbuster”. Afinal, algo que envolve grandes investimentos sempre estará cercado de pressão e expectativas de retorno.

Para exemplificar, vou fazer uma lista curta com algumas coisas interessantes que descobri através dos extras dos filmes nos meus anos de cinéfilo (não estão em ordem de importância):

1) Você sabia que Eric Stoltz havia sido escalado para o papel de Marty McFly e até começado a filmar algumas cenas? Michael J. Fox estava bem ocupado filmando o seriado “Family Ties” e teve que recusar o papel por conflito de agenda, mas depois de ver que não daria certo com Stoltz, o diretor Robert Zemeckis negociou uma agenda para filmar com Michael (principalmente de madrugada) e, graças a isso, temos um dos personagens mais carismáticos do cinema recente.




 

2) Seguindo no mesmo tema, Will Smith havia sido escolhido para fazer o papel de Neo mas recusou o convite. Depois do sucesso do filme com Keanu Reeves, Will conseguiu pelo menos ajudar na participação de sua esposa Jada Pinkett Smith nas continuações.

 

3) Você sabia que a ideia de James Cameron para a franquia Exterminador do Futuro veio durante um “delírio febril”?

 

4) Hoje muitos reverenciam Christopher Reeve como o melhor Superman, mas poucos sabem que ele teve que se esforçar muito para se sair bem no papel. Além de malhar e tomar anabolizantes, ele precisou treinar exaustivamente as cenas de voo e sempre pedia para tentar novamente porque sabia que poderia fazê-las melhor, mesmo que isso fizesse que ele passasse, literalmente, horas a fio;

 

5) As filmagens do primeiro Robocop foram muito complicadas em termos logísticos e a equipe sofreu com calor intenso. Quem mais penou foi o protagonista Peter Weller, principalmente com a armadura que precisou ser repensada e ajustada. E aquele famoso andar que virou a marca registrada do personagem, foi inventada por ele e resultado de um treino intensivo que inclusive atrasou as filmagens.

Claro que com a facilidade da internet hoje em dia, você pode achar essas coisas em sites que mostrem fatos e curiosidades dos filmes, mas posso garantir que nada se compara a fazer essas descobertas assistindo depoimentos das pessoas envolvidas em tudo. Apenas um alerta: alguns extras não irão possuir dublagem e às vezes nem legendas em português do Brasil, mas isso pode servir com um bom incentivo para aprender inglês.

Alguns podem argumentar que não possuem tempo ou que os extras estragam um pouco da magia dos filmes, mas se você é um cinéfilo dedicado e apaixonado e nunca assistiu aos extras de um filme que gosta, não sabe o que está perdendo. Não existe forma melhor de descobrir todos os detalhes e minúcias e a quantidade de trabalho e pessoas necessárias para transformar simples ideias em clássicos da sétima arte.

E você, assiste aos extras de um filme? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «