Academia estuda criar “cota racial” para o Oscar

Academia estuda criar “cota racial” para o Oscar

COMPARTILHE!

O bafafá em torno do Oscar 2016 continua aumentando, depois que atores latinos, negros e asiáticos foram ignorados pelo segundo ano consecutivo.

Após várias astros anunciarem boicote a cerimônia, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu se reunir para tentar aumentar a diversidade entre os indicados da premiação.

Celebridades como Spike Lee, Will Smith, Benício del Todo, Jada Pinkett Smith, entre outros, anunciaram que não comparecerão à cerimônia de premiação e aderiram à campanha #OscarSoWhite.




Em comunicado oficial, Cheryl Boone Isaacs, a presidente da Academia, anunciou que as medidas necessárias serão tomadas.

“Gostaria de reconhecer o trabalho incrível de todos indicados deste ano. Enquanto celebramos suas extraordinárias conquistas, estou ao mesmo tempo de coração partido e frustrado pela falta de diversidade. Essa é uma conversa difícil, mas importante, e este é o momento para grandes mudanças. A Academia está tomando medidas dramáticas para alterar a formação dos nossos membros. Nos próximos dias e semanas, nós vamos conduzir uma revisão em nosso recrutamento para trazer a mudança necessária na nossa turma de 2016 em diante.

Como muitos de vocês sabem, nós implementamos mudanças para diversificar nossa filiação nos últimos quatro anos. Mas as mudanças não estão vindo tão rápido quanto gostaríamos. Nós precisamos de fazer mais, melhor e mais rápido.”

O The New York Times especula que o número de indicados a Melhor Filme será fixado em 10 longas. Em 2010, a Academia liberou que mais de cinco filme fossem indicados – com o máximo de 10 – mas somente se a produção tivesse mais de 5% dos votos. Em 2016, somente oito filmes foram selecionados.




Também especula-se que o número de indicações a Melhor Ator e Melhor Atriz irá subir de cinco para oito, aumentando a possibilidade de negros, latino e asiáticos conseguirem indicações. Será uma “cota racial” para a maior premiação do cinema do mundo.

A discussão vai além, já que faltam papeis de destaque para atores negros, latino e asiáticos em Hollywood. A premiação somente tampará o sol com a peneira.

Estavam cotados na categoria de melhor ator Michael B. Jordan (‘Creed: Nascido para Lutar’, Will Smith (‘Um Homem Entre Gigantes”) e Idris Elba (‘Beasts of no Nation’), que foram totalmente esnobados pelo Oscar.

Vale lembrar que a cerimônia da 88ª edição do Oscar será apresentada por Chris Rock.

Confira a lista completa dos indicados!

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «