“Algumas coisas tiveram que mudar”, revela autor de ‘Maze Runner: Prova de Fogo’

“Algumas coisas tiveram que mudar”, revela autor de ‘Maze Runner: Prova de Fogo’

COMPARTILHE!

Maze Runner‘ foi o primeiro livro da bem-sucedida série de livros pós-apocalípticos de James Dashner. Publicado em outubro de 2009, o romance entrou na lista de best-sellers do New York Times e fascinou leitores do mundo todo, que o descrevem como uma mistura de Senhor das Moscas, Jogos Vorazes e a lendária série de televisão Lost.

‘Maze Runner’: Kaya Scodelario diz que teve o dia mais feliz de sua vida no Brasil

O segundo livro, Prova de Fogo, foi publicado em 2010. Um terceiro volume, A Cura Mortal, foi publicado em 2011.




A grande legião de fãs dos livros adorou o filme ‘Maze RunnerCorrer ou Morrer‘, que faturou mais de 340 milhões de dólares no mundo todo.  Desde que tudo começou com James Dashner e seus mundos de farta imaginação e personagens intensos, os cineastas ficaram ansiosos para trabalhar em parceria com o autor no desenvolvimento do roteiro de ‘Maze Runner: Prova de Fogo‘.

“Conversamos muito sobre as alterações que julgamos necessárias para fazer a transição do livro para o filme”, recorda James Dashner.  “Algumas coisas tiveram que mudar, mas eu vi de perto o tremendo esforço que eles fizeram para preservar os personagens, o enredo e o espírito daquele universo.  Eu não poderia estar mais satisfeito. Queremos, realmente, que as pessoas sintam que estão tendo respostas suficientes neste filme. Essas respostas vão tornar ainda mais interessante o terceiro filme, que trará a conclusão e revelação.”

mazerunner2-3

Maze RunnerCorrer ou Morrer‘ era uma história de fuga, e ‘Maze Runner: Prova de Fogo‘ é sobre uma jornada.




Wes Ball, que estreou como diretor de longas-metragens com ‘Maze RunnerCorrer ou Morrer‘ e está de volta no segundo filme, explica:

“Neste filme, vemos que existe um mundo muito maior à espera de Thomas e dos clareanos, um mundo castigado pelo sol e por um vírus mortal. Esses jovens têm que encontrar seu lugar nesse mundo e descobrir como consertá-lo.  Os clareanos são muito valiosos para diversos grupos, e ficam divididos entre salvar o mundo e sua liberdade pessoal.”

Maze Runner: Prova de Fogo‘ responde muitas das perguntas propostas no primeiro filme. Os clareanos descobrem que a maior parte da Terra foi destruída, e que foi a impiedosa entidade científica governamental conhecida como Catástrofe e Ruína Universal – Experimento Letal (CRUEL) que enviou os clareanos para o labirinto como desafio de sobrevivência.

Eles descobrem que alguns deles são imunes à doença fatal que está exterminando a população. Esses indivíduos imunes têm enzimas em seus corpos que podem ajudar outras pessoas a resistir ao vírus.

 “Maze RunnerCorrer ou Morrer era um filme claustrofóbico. Tudo era sempre fechado, nunca se via um horizonte. Mas, neste novo filme, tudo acontece em um mundo aberto, um deserto gigante de dunas de areia que engolem o mundo inteiro”, diz o diretor.

O produtor Wyck Godfrey observa:

“Esta história começa a desvendar o mistério do que aconteceu com o mundo e como ele foi destruído.  Nossos personagens encontram respostas durante uma viagem muito perigosa.

A questão central do segundo filme é que talvez eles nunca devessem ter partido.

“Tem um pouco a ver com o vivemos na adolescência. A gente passa a infância querendo sair de casa e conhecer o mundo de verdade. Então, nos tornamos adultos e vamos aprendendo que as coisas não são como havíamos pensado, que a vida pode ser muito difícil. Quando se descobre o mundo que existe lá, fora, a experiência pode ser perigosa e intimidante, e é isso que acontece com os clareanos.”

T.S. Nowlin, que também é roteirista de Maze RunnerCorrer ou Morrer, diz:

“O mistério era o que mantinha as pessoas atentas no primeiro filme. Quem construiu o labirinto, e por quê? A estrutura dinâmica que criamos para o segundo filme está mais para uma história de fuga e perseguição.”

mazerunner2_4

A maior parte do elenco de Maze RunnerCorrer ou Morrer foi convocada para voltar a trabalhar no novo filme, inclusive Dylan O’Brien, astro da série Teen Wolf.

O ator observa:

“No primeiro filme, o Thomas se transforma menino em homem, e líder. Para os clareanos, Thomas representa esperança, e ele entende que todos precisam dele para sair da Clareira. Neste filme, ele assume a responsabilidade pelo que aconteceu a todos os clareanos. Ele os convenceu de investir tudo na ideia de fugir do labirinto.  Agora, eles se veem em um mundo que não é exatamente o que eles esperavam. Ele prometeu a seus amigos que sair do labirinto era a coisa certa a se fazer pela salvação de suas vidas. Então Thomas carrega esse peso, pois agora vê que eles não estão seguros. Talvez seja até pior para eles estar no Deserto e nas mãos do CRUEL. Agora ele tem que lidar com isso e ser forte.”

‘Maze Runner – A Cura Mortal’ será ambientado um ano após ‘Prova de Fogo’

Os terríveis inimigos do novo filme são os Cranks, criaturas mutantes e perigosas que são a própria encarnação do vírus Fulgor.

“Os Cranks não são apenas monstros”, diz Wes Ball. “São seres muito assustadores, mas que também inspiram um certo grau de solidariedade porque já foram pessoas normais, que tiveram suas vidas arrancadas.”

Ainda mais formidáveis que os monstruosos Cranks são as forças que comandam o CRUEL.

“O CRUEL é uma metáfora de autoridades e governos, que acreditam que nenhum indivíduo importa tanto quanto um coletivo. Acho que as pessoas jovens se rebelam contra isso”, diz Wyck Godfrey. “Elas querem viver suas próprias vidas. Querem fazer suas próprias escolhas.”

Por outro lado, ele diz:

“O CRUEL não é 100 por cento mau. Eles estão tentando encontrar a cura de uma doença que está exterminado a raça humana. Mas, enquanto fazem isso, estão matando as poucas pessoas que são capazes de viver com a doença e talvez restabelecer a população da Terra. Então existe um conflito moral nessa história.”

mazerunner2-2

James Dashner avalia que criar esses personagens e seus mundos foi uma experiência libertadora:

“Existem partes do nosso mundo que são realmente sombrias e perturbadas hoje em dia. Então esta é uma maneira divertida de se viver uma aventura, de introduzir reviravoltas nos acontecimentos, e de lançar questões morais sobre o nosso mundo e a direção em que ele caminha.”

Maze Runner: Prova de Fogo‘ estreia nos cinemas nacionais amanhã, dia 17 de Setembro.

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «