Apesar do roteiro em construção, sinal verde para ‘A Torre Negra’ ainda não foi dado

Apesar do roteiro em construção, sinal verde para ‘A Torre Negra’ ainda não foi dado

COMPARTILHE!

E quem revelou a novidade foi o próprio produtor da possível franquia, o talentoso Ron Howard.

Em entrevista com a imprensa americana sobre seu mais novo projeto, ‘No Coração do Mar‘, Ron confirmou que o roteiro está em andamento, mas que todos devem cruzar os dedos para que o projeto ganhe sinal verde da Sony Pictures.

Ultimamente essa se tornou a nova prática em Hollywood, o roteiro é preparado, passa por uma criteriosa avaliação do estúdio, e se o orçamento estiver em uma boa quantia, o sinal verde é dado.




Vale lembrar a adaptação de ‘A Torre Negra‘ para as telonas passou por uma grande reestruturação, tendo em vista que o orçamento inicial, realizado por volta de 2010/2011, estava em US$ 150 milhões.

Sony agendou a estreia para janeiro de 2017, o que é bem pouco provável, já que o projeto sequer foi aprovado.

‘A Torre Negra’: Matthew McConaughey deve estrelar a adaptação do livro de Stephen King

O dinamarquês Nikolaj Arcel (O Amante da Rainha) vai dirigir. Roteirista da versão sueca de ‘Os Homens que Não Amavam as Mulheres’, o cineasta é um grande fã dos livros e sua visão sombria para o filme chamou a atenção do estúdio. A intenção é mesclar os gêneros terror e fantasia.




A Torre Negra: O Pistoleiro’, o primeiro capítulo da saga, servirá como base para o longa, atualmente escrito por Akiva Goldsman (‘Uma Mente Brilhante’) e Jeff Pinker (‘O Espetacular Homem-Aranha 2’).

Ron Howard (‘Rush’, ‘O Código da Vinci’) estava cotado para assumir a direção e Aaron Paul (‘Breaking Bad’) para ser o protagonista do primeiro filme, mas ambos não estão mais associados ao projeto.

A ideia da adaptação surgiu em 2007, quando J.J. Abrams (‘Star Trek’) estava envolvido. O plano da Warner Bros. também envolvia uma franquia cinematográfica e uma série de TV, a cargo da HBO, para cobrir mais eventos da história.

A Torre Negra consiste em sete livros. King lançou o primeiro volume, ‘O Pistoleiro’, em 1982, como uma homenagem ao faroeste ‘Três Homens em Conflito’, à Lenda do Rei Arthur e às histórias épicas de J.R.R. Tolkien, autor de ‘O Senhor dos Anéis’ e ‘O Hobbit’.

A trama acompanha a jornada do pistoleiro Roland Deschain através do Mundo Médio e outros para frustrar o objetivo do Rei Carmim de destruir a Torre Negra, o eixo que mantém todos os universos intactos.

Além dos títulos principais, King assinou ‘O Vento pela Fechadura’, situado no mesmo mundo de Roland, e a franquia ainda gerou uma versão em quadrinhos.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «