Após derrota no Oscar, diretor de ‘Boyhood’ pensa em sequência

Após derrota no Oscar, diretor de ‘Boyhood’ pensa em sequência

COMPARTILHE!

Apesar da derrota no Oscar 2015, ’Boyhood – Da Infância à Juventude‘ pode ganhar uma continuação.

Durante uma sessão de perguntas e respostas (via Movie Web), o diretor Richard Linklater revelou estar amadurecendo a ideia de fazer uma sequência para o drama rodado em 12 anos.

“O público conheceu este filme há exatamente um ano e, para ser sincero, há seis meses minha resposta [a uma continuação] seria absolutamente não. Foram 12 anos; acompanhou a primeira desde a última série [do protagonista], foi um filme sobre a saída do colegial. Eu não tinha ideia de fazer outra história, não havia mais nada para contar. Nunca passou pela minha cabeça [fazer ‘Boyhood 2’]. Mas não sei se por ter sentido que tudo acabou, ou de ter sido perguntado ao longo do último ano [sobre a sequência] ou uma combinação das duas coisas que eu acordei pensando, ‘Os 20 anos são bem formativos, né?’. É aí que você realmente se torna em quem você será. Uma coisa é crescer e ir à escola, mas [aos 20 anos] é outra história… Então, eu vou admitir que minha mente está direcionada para essa ideia [no segundo filme].”




Mesmo se ‘Boyhood 2’ ganhar sinal verde, Linklater disse que não pretende gastar mais 12 anos rodando o filme. Segundo o cineasta, dessa vez a intenção é contar “pequenos e aleatórios momentos do auge dos 20 anos” do personagem principal.

Sobre a escolha do elenco, Linklater confessou que gostaria de trabalhar novamente com os mesmos atores de ‘Boyhood’, incluindo Ellar Coltrane, Ethan Hawke e Patricia Arquette.

“Eu adoraria continuar trabalhando com esse elenco e acho que todos eles topariam. Mas esse não pode ser o principal motivo para se fazer o filme, só porque você quer trabalhar com seus amigos. Você sempre precisa ter algo a dizer.”

Boyhood – da Infância à Juventude‘ foi o grande esbonado do Oscar. Das seis indicações, só levou uma: Patricia Arquette, como melhor atriz coadjuvante. O longa também concorria a Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator Coadjuvante (Ethan Hawke), Melhor Roteiro e Melhor Edição.




O grande vencedor da premiação foi ‘Birdman Ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)‘. A comédia dirigida por Alejandro González Iñárritu, venceu em quatro das nove categorias em que estava concorrendo, incluindo a principal da noite, a de Melhor Filme. Além desta, Iñárritu venceu como Melhor Diretor. O filme ainda levou Roteiro Original e Fotografia.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «