A


Crítica | Até o Último Homem

Crítica | Até o Último Homem

Sem medo não há coragem. Indicado ao SAG, Globo de Ouro, Bafta e provavelmente ao próximo Oscar, o novo longa metragem do ator e diretor Mel Gibson (seu último filme como diretor foi há dez anos, Apocalypto), é baseado em uma história real e conta a saga de um jovem que se..
Crítica | Assassin’s Creed

Crítica | Assassin’s Creed

‘Assassin’s Creed‘ chegou para mudar o cenário das adaptações de games no cinema. Justin Kurzel, diretor do filme, consegue estabelecer uma possível franquia cheia de potencial. Parte disso se deve pela própria história, que é mais atrativa do que maioria dos..
Crítica | Animais Noturnos

Crítica | Animais Noturnos

História Sem Fim A cena de abertura revela corpos nus de mulheres em uma dança sensual. A cena é provocativa, mas não exatamente da forma que você está pensando. Esta entrelinha serve de grande paralelo para todo o restante de Animais Noturnos, novo filme exuberante de Tom ..
Crítica | No Andar de Baixo

Crítica | No Andar de Baixo

A Mão que faz Lambança desde o Berço É muito gostoso participar de Festivais de Cinema, adentrando diferentes mundos, cenários e gêneros a cada exibição ao longo de dias. Esse passeio por estilos cinematográficos diferentes torna gratificante a experiência de cinéfilo..
Crítica | Aquarius

Crítica | Aquarius

A importância das nossas memórias Após a impressionante repercussão e dimensão alcançada por O Som ao Redor (2012), em vários níveis, eram altas as expectativas para o próximo longa-metragem do pernambucano Kleber Mendonça Filho, justamente pelo público aguardar se ver..
Crítica | A Odisseia de Alice

Crítica | A Odisseia de Alice

Acreditar em si mesmo leva a um destino infinito. Acreditar que falhou pode ser o fim da sua jornada. Assim, é preciso recomeçar. Escrito e dirigido pela atriz e diretora francesa Lucie Borleteau, A Odisseia de Alice é uma jornada em busca do saber amar, do conquistar ser reco..
Crítica | Already Tomorrow in Hong Kong

Crítica | Already Tomorrow in Hong Kong

Selecionado para diversos festivais durante todo o ano de 2015, estreou nos Estados Unidos em fevereiro de 2016, uma curiosa trama, que um pouco se assemelha à clássica trilogia de Richard Linklater Antes do Amanhecer/Antes do Pôr-do-Sol/Antes da Meia-Noite. Already Tomorrow i..
Crítica | Aquarius (2)

Crítica | Aquarius (2)

Selecionado para o famoso e prestigiado Festival de Cannes deste ano, finalmente chega o dia da estreia nacional do aguardadoAquarius, 01 de setembro. Dirigido pelo prestigiado Kleber Mendonça Filho (um dos grandes diretores de sua geração e da atualidade), o longa-metragem de..
Crítica | Águas Rasas

Crítica | Águas Rasas

É muito difícil um ator estrelar sozinho uma produção e ser bem sucedido. Um dos pouco casos que conhecemos é o fenomenal Tom Hanks em ‘Náufrago’, que lhe rendeu um Oscar de Melhor Ator. Quando ‘Águas Rasas’ foi anunciado, muita gente ficou com o pé atrás. Blake..
Crítica | Um Amor à Altura

Crítica | Um Amor à Altura

Todo homem é poeta quando está apaixonado. Após o ótimo O Pequeno Nicolau e sua sequência, o diretor francês Laurent Tirard volta às telonas dessa vez para um remake de um filme argentino de sucesso Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho. Contando no elenco com..
Crítica | Agnus Dei

Crítica | Agnus Dei

Não é preciso que a bondade se mostre mas sim é preciso que se deixe ver. Com uma direção muito competente e segura da cineasta Anne Fontaine, um dos grandes destaques do Festival Varilux de Cinema 2016, Agnus Dei, é um filme que comove do início ao fim. Baseado em fatos r..
Crítica | Alice Através do Espelho

Crítica | Alice Através do Espelho

Quando a Walt Disney Píctures lançou ‘Alice no País das Maravilhas‘ em 2010, uma nova fase da empresa surgiu. Antes da adaptação de Tim Burton, o estúdio estava passando por uma espécie de crise existencial. Com poucas exceções, como ‘Encantada‘ (..
Crítica | Angry Birds – O Filme

Crítica | Angry Birds – O Filme

Por trás de um grande sucesso existe sempre uma grande equipe. Com a difícil missão de transformar um famoso jogo em um longa-metragem, os cineastas Clay Kaytis e Fergal Reilly optaram pela criatividade em forma de simplicidade e acertam em cheio no alvo. Angry Birds – O Fil..
Crítica | Amor por Direito

Crítica | Amor por Direito

A veterana Julianne Moore demorou para ser reconhecida com um prêmio da Academia. Com quatro indicações anteriores, datando a primeira de 1997, a atriz só veio a decorar sua casa com o careca dourado em 2015, com a vitória pelo lacrimoso Para Sempre Alice. A atriz agora volt..