‘As Patricinhas de Beverly Hills’ ganhará musical na Broadway e pode ter Katy Perry

‘As Patricinhas de Beverly Hills’ ganhará musical na Broadway e pode ter Katy Perry

COMPARTILHE!

Amy Heckerling, roteirista e diretora do clássico da Sessão da Tarde ‘As Patricinhas de Beverly Hills‘ (Clueless, 1995), revelou que está preparando uma adaptação do filme em forma de um musical da Broadway.

Heckerling se empolgou após assistir o videoclipe da música Fancy, cantada por Iggy Azalea e inspirada no filme.

“Parecia que eles tinham mais dinheiro para o clipe do que eu tinha para o filme”, revelou ao Vulture. “Mas eu fiquei extremamente lisonjeada e achei que ficou incrível. E quem fez o figurino, está de parabéns”, afirmou.




A diretora, em seguida, anunciou que está em “estágios iniciais” da criação de um musical para a Broadway. Segundo ela, o elenco pode ser composto pelas cantoras Katy PerryIggy Azalea.

“Katy Perry manifestou interesse, e eu a amo de paixão. Quem já assistiu um show da Katy sabe que ela arrasa e tem um estilo anos 90. Por favor, pessoal, façam isso acontecer”, concluiu.

Assista ao clipe:




No último ano, o elenco do filmeAs Patricinhas de Beverly Hills‘ (Clueless, 1995) se reuniu para uma exibição especial no L.A. Film Festival, dezenove anos após o lançamento do clássico da Sessão da Tarde.

Estiveram presentes no evento as atrizes Alicia Silverstone, Elisa Donovan, Stacey Dash, a diretora e roteirista Amy Heckerling, a figurinista Mona May e a produtora Stephanie Allain.

Confira fotos:

 

“Nós nos divertimos muito fazendo esse filme”, afirmou Dash, que interpretou Dionne. “[Heckerling] tinha uma visão tão clara e ela foi capaz de traduzi-la para nós perfeitamente.”

A diretora concordou:

“Foi um grupo divertido. Eu não gosto de levantar todo dia para trabalhar, mas, neste caso, eu estava tão feliz todos os dias”

Alicia Silverstone tinha 18 anos quando estrelou a produção. Aos 37 anos, ela reconhece que marcou uma geração com a patricinha Cher Horowitz, e criou gírias usadas pelos norte-americanos até hoje, como “As If” e “My Bad”.

“Assim como todos disseram, foi uma experiência mágica”, acrescentou Donovan, de 43 anos , que interpretou Amber. “Esse foi o meu primeiro filme. Portanto, com esse grupo tão extraordinário de pessoas, nós nos divertimos muito e foi incrível”.

O filme de sucesso também gerou um programa de TV que durou três temporadas (1996-1999). Silverstone optou por sair do projeto, que estrelou a atriz Rachel Blanchard como Cher.

Quem fez falta no evento foi a atriz Brittany Murphy, que interpretou Tai Frasier. Ela morreu em 2009, supostamente devido a complicações relacionadas à pneumonia e à anemia.

Em Beverly Hills, uma adolescente (Alicia Silverstone), filha de uma advogado (Dan Hedaya) muito rico, passa seu tempo em conversas fúteis e fazendo compras com amigas totalmente alienadas como ela. Mas a chegada do enteado de seu pai muda tudo, primeiro por ele criticá-la de não tomar conhecimento com o “mundo real” e em segundo lugar por ela descobrir que está apaixonada por ele.

O elenco ainda contou com Paul Rudd, Dan Hedaya, Breckin Meyer e Jeremy Sisto.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «