Bates Motel – Temp. 01 – Eps. 05 e 06

Bates Motel – Temp. 01 – Eps. 05 e 06

COMPARTILHE!
Bates Motel – Temp. 01 – Eps. 05 e 06
Dê a sua Nota

Pra cima e além!

Bates Motel fica melhor a cada ep. Quando lerem este texto, a série já estará no ep. 07 no Canal Universal. Mas, vamos manter nosso ritmo de dois eps. por crítica.

Começamos com Norma (Vera Farmiga) na cadeia. A prova foram os fiapos do carpete do Motel encontrados na mão de Keith Summers. Os irmãos Bates dividem-se. Dylan (Max Thieriot) tenta conseguir dinheiro para alugar uma casa e afastar o irmão do raio de influência materna. Norman (Freiddie Highmore) faz de tudo para conseguir retirar a mãe da cadeia.

BATESMOTEL2

Fato que Norman tira Norma da cadeia. Mas, resta a denúncia. Cheguei a pensar que isso ira se arrastar durante a temporada. Que nada! No mesmo ep., Zack Shelby (Mike Vogel) dá uma prova de amor sumindo com as provas. Vera Farmiga transmite toda a ambiguidade de Norma com a notícia do fim da acusação. Ela estaria realmente apaixonada, ou tudo era um jogo? O gesto de Shelby seria uma prova de amor? O que Norman irá pensar?

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

Aliás, esses dois! Ela sai da prisão e, ao invés de abrir os braços para o filho, reclama porque ele estava com uma garota no dia da prisão. Uau! Norman tenta reverter a situação. E nada! Definitivamente a série alcança os píncaros com a dupla. Há uma interdependência. Norma necessita do filho, e Norman deseja, mas não tem forças para cortar o cordão.

Pobre do Dylan. Ele pode gastar toda lábia, mas aposto que não conseguirá afastar Norman da mãe. Ao menos não com argumentos racionais. A relação de Norman e Norma é de dependência. Um precisa do outro como uma droga. E, para acabar com um vício é preciso ser radical. Será que Dylan conseguirá? Talvez, ao menos depois do ep. 06. Mas, calma!

Ponto importante do ep. 05 é a descoberta da escrava sexual chinesa (que fala um inglês bem do seu razoável!). De uma vez descobrimos que Shelby realmente é terrível e que Norman não estava enganado (nesse ponto!).

E quero bater palmas para o desfecho do final do ep. 05. Primeiro, a calma. Norma recebendo a notícia de que a acusação foi retirada. Sente um profundo alívio e pensa que nada seria viável sem Shelby. Barulho. Novamente tensão. Procura e chega ao quarto do Motel, onde vê Norman, Emma e a escrava oriental. Norman acusa Shleby. Norma nega e vai buscar uma foto do policial. A confirmação da chinesa destrói Norma. Suas feições mudam mais uma vez. Até seus ombros caem com o peso da notícia.

BATESMOTEL1

O ep. 06 já figura como um dos mais espetaculares da série. Foi tão intenso que parecia um season finale. Foram tantos desfechos e revelações que me perguntava se os roteiristas ainda teriam bala na agulha. Aposto que sim!

Com esse ep., podemos imaginar um padrão interessante para a série. O comum em séries é cada temporada ter alguns grandes temas que começam e se resolve. Em paralelo, o tema central vai se construindo até o final da série. Em Bates Motel, ao que parece, veremos outro padrão. Haverá alguns grandes temas nos primeiros eps. que serão concluídos até o meio da temporada. Eles deixarão, contudo, uma radiação para os eps. seguintes, nos quais veremos outras novidades. Isto dará muita dinâmica para a narrativa.

Quem não quiser saber das revelações do ep. 06, pare aqui!

A narrativa foi condensada. Nos primeiros momentos, chama a atenção Dylan. Depois de ver o companheiro de crime – o capanga Ethan – ser baleado e morto ele sobre na hierarquia do crime de White Pine Bay (isso ainda vai dar muito enredo). No Motel, Norma tenta convencer Emma de ainda não denunciar Shelby. Ela quer ganhar tempo para recuperar o cinto de Keith, a única prova restante. Segue-se um das cenas mais gostosas da série, a família Bates planejando como recuperá-lo!

BATESMOTEL3

Dylan e Norman encontram o cinto no barco de Keith. Enquanto isso, Norma está transnado com Shelby. CALMA! Ela está tentando despistá-lo. É divertidíssimo ver a cara de tédio e nojo dela. Mas, como se diz, shit happens, merdas acontecem!

A escrava sexual chinesa, que provavelmente é bilíngue por falar inglês e escrever mandarim, também se provou muito idiota. Ela decide tomar banho. Claro que Shleby escuta. Norma inventa uma lorota qualquer. Mas, como falei, a escrava sexual chinesa, que provavelmente é bilíngue por falar inglês e escrever mandarim, também se provou muito idiota. Shelby bate na porta e ela abre, na maior tranquilidade, como se estivesse esperando o serviço de quarto. O grito dela completa o quadro. Instante rapidamente cômico.

Desse ponto em diante, basta dizer duas coisas: Dylan mata Shelby. E Norma revela para Dylan que da última vez que Norman entrou em estado de choque, ele matou o pai! CARACOLES! Jurava que a história da morte do patriarca dos Bates iria demorar algumas temporadas. O mistério foi substituído por novas camadas à personalidade do protagonista.

BATESMOTEL4

E os laços e Norma e Norman ficam mais insondáveis. Por que ele entra em estado de transe quando a mãe está ameaçada? É culpa da dependência que Norma sente por ele? Ou essa dependência veio por causa dos atos de Norman? Norman já nasceu um psicopata ou se tornou?

Com essa revelação, os roteiristas sublinham a grande pergunta da série: quem é Norman Bates? Ou melhor, o que é Norman Bates?!


Crítica Liga da Justiça


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.