Cartazes italianos de ’12 Anos de Escravidão’ que destacam Brad Pitt causam polêmica

Cartazes italianos de ’12 Anos de Escravidão’ que destacam Brad Pitt causam polêmica

COMPARTILHE!

Os cartazes italianos do drama 12 Anos de Escravidão (12 Years a Slave), um dos favoritos ao Oscar 2014, estão causando polêmica no mundo todo. O design dos pôsteres destacam Brad Pitt e relega o ator principal, Chiwetel Ejiofor, ao canto da composição.

Confira uma imagem do cartaz em um cinema italiano:

12 Anos de Escravidão

A usuária que postou a foto em seu Tumblr afirmou que não se lembra “que Brad Pitt é o protagonista do filme ou tem um papel tão central na história a ponto de ficar no meio do cartaz.” “Eu certamente não sei nada sobre estratégias de marketing para atingir o público, mas isso não é ir longe demais?”




Um design semelhante dessa arte promocional tem Michael Fassbender no lugar de Pitt, também em destaque. A decisão foi encarada como uma tentativa de enfatizar a presença dos atores brancos do filme, centrado em um homem negro que é vendido como escravo.

Os pôsteres foram criados pela firma de marketing Fanatical About Cinema, para a distribuidora BIM.

Em uma declaração oficial, um porta-voz da Summit Entertainment disse: “Os cartazes de cinema de 12 Anos de Escravidão com Brad Pitt e Michael Fassbender que foram recentemente lançados na Itália não eram autorizados e não foram aprovados por nenhum dos produtores ou licenciantes do filme. A Summit Entertainment, agindo como agente de vendas exclusiva para os licenciantes, está investigando e tomando ações imediatas para impedir a distribuição de quaisquer cartazes não autorizados e fazer com que aqueles cartazes já em uso sejam retirados do mercado.”

Atualmente em cartaz nos EUA, '12 Anos de Escravidão' ainda não tem estreia marcada no Brasil.

A trama foca no caso real de Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor). Educado e casado, o nova-iorquino assumiu um emprego em Washington, mas acabou sendo enganado e escravizado. Ele só conseguiu recuperar a liberdade quando um carpinteiro opositor da escravatura consegue passar algumas cartas para a esposa de Northup, que rapidamente coloca o caso em tribunal.

O longa é uma adaptação da autobiografia escrita por Solomon Northup em 1853. O roteiro é assinado por John Ridley (‘Os Três Reis’).

Steve McQueen ('Shame') dirige.

Brad Pitt ('Guerra Mundial Z'), Michael Fassbender (‘X-Men: Primeira Classe’), Paul Dano (‘Pequena Miss Sunshine’), Benedict Cumberbatch ('Além da Escuridão - Star Trek’), Scoot McNairy ('Argo'), Quvenzhané Wallis ('Indomável Sonhadora'), Sarah Paulson ('American Horror Story'), Ruth Negga ('Guerra Mundial Z') e a estreante Lupita Nyong'o estrelam. Pitt também produz.



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c