Chris Pratt e Zoe Saldana falam sobre a saída de James Gunn de 'Guardiões da Galáxia Vol. 3'

Chris Pratt e Zoe Saldana falam sobre a saída de James Gunn de 'Guardiões da Galáxia Vol. 3'


🍿 URGENTE! Inscreva-se no nosso canal do YouTube para receber vídeos EXCLUSIVOS e PROMOÇÕES! 🍿



Os protagonistas da saga 'Guardiões da Galáxia', Chris Pratt e Zoe Saldana, falaram pela primeira vez a respeito da demissão de James Gunn da terceira sequência da franquia.

Por meio de suas respectivas contas oficiais do Twitter, a dupla se restringiu a uma breve reflexão, não citando o nome do cineasta e evitando tomar um lado.

Pratt chegou a publicar um versículo bíblico, inspirando ponderação e cuidado.

Confira:




"Esse foi um fim de semana desafiador, não vou mentir. E estou tirando uma pausa para absorver tudo antes de falar de forma desmedida. Eu só quero que todos saibam que eu amo todos os membros da minha família GOTG. E sempre amarei".

 

"Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se. Tiago 1.19"

Confira!

'Guardiões da Galáxia 3': Dave Bautista critica demissão de James Gunn 

Atores apoiam James Gunn e pedem retorno do diretor a 'Guardiões da Galáxia Vol. 3'

O diretor foi demitido depois que personalidades conservadoras reapareceram velhos tweets nos quais o cineasta brincou sobre assuntos polêmicos como pedofilia e estupro.

Em alguns tweets, Gunn escreveu coisas como:

"Eu gosto quando menininhos tocam em minhas partes íntimas. Shhh!"

"Filmes não românticos: Três homens e um bebê fazendo sexo"

"Meu novo filme 'Jerkloose' se passará em uma cidade pequena onde se masturbar é proibido e jovens fazem na frente de criancinhas para mostrar como é divertido"

"Rir é o melhor remédio. é por isso que eu rio de pessoas com AIDS"

"Acabei de fazer uma piada sobre sodomizar a minha amiga quando ela estava dormindo"

"Queria caçar animais de grande porte, mas sei que isso é moralmente questionável. Então estou indo atrás de caçar alguém para estuprar"

Depois das acusações, Gunn publicou uma série de mensagens no Twitter pedindo desculpas aos fãs:

"As pessoas que seguiram minha carreira sabem como comecei. Me via como um provocador, fazendo filmes e contando piadas que eram escandalosas e tabu para muitos. Como disse publicamente muitas vezes, na medida em que desenvolvi como pessoa, meu trabalho e meu humor também desenvolveram. Não posso dizer que sou melhor, mas sou muito diferente do que eu era  passado. A época em que falava coisas só para chocar e ver as reações de todos definitivamente já acabou. No passado, me desculpei pelo meu humor ácido. Me sinto arrependido e realmente quis dizer tudo que disse nas minhas desculpas. Eu sei que é uma declaração estranha e que pode parecer óbvia, mas estou aqui dizendo isso. Esta é a verdade completa: costumava fazer piadas ofensivas, não faço mais. Não culpo meu passado por isso, mas me sinto mais humano e mais criativo hoje. Amo vocês".

O presidente da Walt Disney Studios, Alan Horn, anunciou a demissão em comunicado:

"As atitudes e declarações ofensivas descobertas no feed do Twitter de James são indefensáveis ​​e inconsistentes com os valores de nosso estúdio, e nós rompemos nosso relacionamento comercial com ele".





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c