'Cloverfield Paradox' foi visto por 5 milhões de norte-americanos em 7 dias

'Cloverfield Paradox' foi visto por 5 milhões de norte-americanos em 7 dias

COMPARTILHE!

A Netflix lançou 'The Cloverfield Paradox' de surpresa durante o SuperBowl no dia 4 de fevereiro em uma ação genial de marketing, e o filme fez bastante sucesso.

Segundo estimativas da medidora Nielsen, o filme foi visto por 2,8 milhões de telespectadores nos Estados Unidos nos três primeiros dias após o lançamento do Super Bowl, e a audiência total cresceu para 5 milhões de espectadores norte-americanos em sete dias.

Não foram divulgados os números a nível mundial.

O filme fez sucesso, mas nada comparado aos 11 milhões de espectadores norte-americanos que assistiram 'Bright' durante seus primeiros três dias de lançamento, de acordo com a Nielsen, e tornou-se um dos títulos originais mais vistos da Netflix.




O editor-chefe Renato Marafon traz a crítica em vídeo de 'Cloverfield Paradox'.

Assista:

Também separamos 10 conexões e easter eggs que 'The Cloverfield Paradox' faz com seus dois filmes anteriores e como se encaixa dentro desse universo misterioso de J.J. Abrams. Essa matéria contém spoilers!

10 - O monstro

Já eliminando essa conexão logo no início. Uma das mais evidentes ligações que o filme traz é a presença do carinhosamente chamado "Clover", o monstro que tanto marcou o primeiro 'Cloverfield'. Finalmente retornando após 10 anos.

Em 'Paradox', a criatura aparece MUITO maior que em 2008, ultrapassando as nuvens e, apesar de não ter confirmação se seria o mesmo monstro, são definitivamente da mesma família. Talvez a mãe do monstrengo que destruiu Nova York, talvez o pai... afinal, o jogo viral já havia revelado que a criatura de 2008 era "apenas um bebê".

9 - Mark Stambler

Com certeza você reparou no cientista que aparece no noticiário, em 'Paradox', onde fala sobre o Paradoxo de Cloverfield e como o acelerador de partículas pode desencadear eventos além da nossa compreensão, trazendo monstros, demônios e criaturas do mar para a Terra (ou as Terras). Certo?

Acontece que o sobrenome Stambler já havia aparecido antes na franquia. Mark, vivido pelo ator Donal Logue é, na verdade, o irmão de Howard Stambler, o personagem interpretado por John Goodman em 'Rua Cloverfield 10'. Ambos os irmãos sabiam muito do que poderia acontecer no planeta. Howard era ex-funcionário da empresa Tagruato (que veremos pra frente!) e sabia sobre teste com satélites e que algo terrível iria acontecer, levando-o a construir o bunker onde se passa a trama do segundo filme. Já Mark, de alguma forma, já sabia que a Partícula de Deus desencadearia o "fim do mundo" e os multi-universos. Como? Ainda não sabemos ao certo. Da mesma forma que não sabemos se ambos existem no mesmo universo ou em Terras diferentes.

8 - Tagruato

A famosa empresa japonesa que aparece apenas em easter eggs na franquia está aqui e ali na trama, servindo de plano de fundo para a maior parte dos acontecimentos. Como a Dharma de 'Lost', sempre responsável pelos piores eventos, até mesmo em outros filmes de J.J. Abrams, como 'Star Trek' e 'Super 8'.

A Tagruato foi responsável pelas perfurações no oceano e a possível libertação do monstro de 2008 das profundezas; pelos estudos feitos com a criatura; pelo lançamento de satélites e desaparecimento de pessoas e etc. Em 'Paradox', podemos rapidamente ver o nome da empresa em uma das portas da nave, na cena em que o personagem de Chris O'Dowd encontra seu fim. Confirmando mais uma vez a ligação da empresa com a trama.

7 - Slusho

A bebida Slusho! é desenvolvida pela Tagruato e também está em quase todos os filmes e séries de J.J. Abrams. Na franquia 'Cloverfield', ela aparece em 2008, como a empresa para onde o protagonista Rob Hawkins (Michael Stahl-David) está indo para o Japão para trabalhar, e outras pequenas aparições, principalmente como easter eggs e nos jogos virais.

Em 'Paradox', aparece rapidamente um boneco da Slusho! balançando dentro da nave, mostrando que, não importa em qual universo as tramas se passem, a Slusho! está em todos.

6 - Kelvin

J.J. Abrams tem um apego emocional ao nome "Kelvin", pois era o nome de seu avô. Em homenagem, o nome está presente em quase todos os seus filmes e seriados, a maior parte como o nome de um posto de gasolina.

Em 'Rua Cloverfield 10' é o posto de gasolina em que Michelle (Mary Elizabeth Winstead) para pra abastecer antes de acontecer seu acidente de carro. Já em 'Paradox', o nome aparece duas vezes: no posto de gasolina em que Ava e Michael param no começo do filme, e depois em uma escotilha que o Comandante Kiel (David Oyelowo) abre. Será que a empresa se tornou tão grande que no futuro de 2028 ajudou na construção da nave?

5 - Suzanne Cryer

Essa conexão é bem assustadora! A atriz Suzanne Cryer aparece em 'Rua Cloverfield 10', desesperada para entrar no bunker de Howard, batendo na porta e pedindo ajuda, porém Michelle não a deixa entrar e ela desaparece.

Caso tenha perdido, a atriz também aparece em 'Paradox', agora como a repórter que entrevista Mark Stambler no noticiário, quando o personagem fala sobre o seu livro, "O Paradoxo de Cloverfield". Seria a mesma personagem? Afinal, a repórter poderia procurar o bunker de Howard após ver que os irmãos estavam realmente certos. É um mistério!

4 - Vermes espaciais

Em 'Paradox', provavelmente você lembra da cena em que o personagem Volkov (Aksel Hennie) morre, com os vermes explodindo de dentro da sua barriga. Certo?

Há um momento em 'Rua Cloverfield 10' que Emmett (John Gallagher Jr.) conta a Michelle sobre Howard e menciona que ela deveria "ouvir sua teoria sobre os vermes espaciais mutantes". Uma coincidência? Ou poderia ser algo mais?

3 - Homenagens

Há algumas referências gerais que 'Paradox' faz aos filmes anteriores. Podemos citar duas: o bunker que o personagem Michael leva a Molly. Uma clara referencia ao bunker de 'Rua Cloverfield 10', apesar de não ser o mesmo lugar e causar confusão nos fãs.

Outra referência ocorre nos momentos finais do filme, quando Ava e Schmidt (Daniel Bruhl) escaparem para a Terra em uma cápsula. Apesar da costa em que caem não ser a mesma, muitos viram isso como uma homenagem ao final de 'Cloverfield', que mostrava algum tipo de satélite misterioso caindo do céu. O satélite 'Cloverfield' poderia estar ligado a nave de 'Paradox', ou seria em outra versão do universo?

2 - A luz vermelha

Essa conexão é bem interessante e liga de forma bem evidente a invasão de 'Rua Cloverfield 10' com os eventos de 'Paradox'. Em determinado momento, Emmett descreve o ataque como o seguinte: "Parecia um flash. Vermelho brilhante. Como uma explosão ao longe. Não era como fogos de artifício. Não, isso era mais como algo que você lê na Bíblia... Não era como qualquer coisa que eu já vi".

Em 'Paradox', o acelerador de partículas da nave sofre uma mudança de cor ao entrar em plena potência, passando de roxo a vermelho brilhante. Isso certamente parece apoiar a teoria de que as ações da nave causaram cada um dos incidentes nos outros filmes, apesar de eles ocorrerem em pontos drasticamente diferentes no tempo. O que nos leva a...

1 - Teoria 18:20

Essa conexão liga os eventos de 'Paradox' com o primeiro 'Cloverfield' através de uma sincronização de ambos os filmes. Conheça essa teoria aqui: Bizarra coincidência conecta ‘Cloverfield: Monstro’ com ‘The Cloverfield Paradox’; Assista!





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c