‘Tomorrowland’ vai bombar ou vai ser bomba?

‘Tomorrowland’ vai bombar ou vai ser bomba?

COMPARTILHE!

Em 2012, a Disney amargou o maior fracasso de toda a sua história: ‘John Carter: Entre Dois Mundos‘. O filme afundou nas bilheterias, causou a demissão de Rich Ross (o então presidente do estúdio) e fez as ações da companhia caírem drasticamente.

A adaptação cinematográfica de ‘A Princesa de Marte‘ (John Carter de Marte) precisava arrecadar, no mínimo, US$ 700 milhões mundialmente para render lucro à Walt Disney. Após estrear com fracos US$ 30 milhões em seu primeiro final de semana, somou pardos US$ 284 milhões mundialmente. O orçamento do projeto foi de altíssimos US$ 250 milhões, sem contar nos gastos de marketing.

Disney Brasil muda título de ‘Tomorrowland’ pela segunda vez




Três anos depois, o estúdio pode enfrentar o mesmo problema com ‘TomorrowlandUm Lugar Onde Nada é Impossível’ (Tomorrowland), ficção científica juvenil dirigida por Brad Bird (‘Missão: Impossível – Protocolo Fantasma’).

Sites especializados em prever resultados de bilheteria, como o Box Office, especulam que o filme irá arrecadar entre US$ 40 e 45 milhões em seu primeiro final de semana – um valor fraco comparado ao orçamento milionário de US$ 190 milhões

A Disney pode ser bastante incompetente quando se trata de estratégia de marketing para blockbusters de ação. Este tem sido um problema para eles desde 2010, quando a empresa lançou ‘Príncipe da Pérsia‘ e ‘O Aprendiz de Feiticeiro‘, mas chegou ao fundo do poço com ‘O Cavaleiro Solitário‘ e ‘John Carter‘.

O estúdio não consegue vender um filme, e ‘TomorrowlandUm Lugar Onde Nada é Impossível’ é prova disso: os trailers são vagos e não entregam ao espectador o que esperar da produção, fazendo com que muita gente não sinta vontade de assistir ao filme.




E você? Está ansioso para a produção ou também achou que a divulgação do filme não sabe a que veio?

Novos vídeos revelam os segredos de ‘Tomorrowland’, da Disney

A estreia americana de ‘TomorrowlandUm Lugar Onde Nada é Impossível’ foi marcada para 22 de maio de 2015. No Brasil, acontece em 4 de junho de 2015.

Ligados por um destino, Casey (Britt Robertson), uma adolescente otimista e vibrante com curiosidade científica, e Frank (Clooney), um gênio desiludido, embarcam em uma missão repleta de perigos para desvendar os segredos de um local enigmático em algum lugar no tempo e no espaço conhecido como “Tomorrowland”. O que eles precisam fazer lá mudará o mundo — e eles — para sempre.

George Clooney (‘Os Descendentes’) interpreta o inventor e Britt Robertson (‘Under the Dome’) vive a jovem. Hugh Laurie (série ‘House’) faz o vilão. Raffey Cassidy (‘Branca de Neve e o Caçador’) e Thomas Robinson (‘Coincidências do Amor’) completam o elenco.

O roteiro é de Bird e Damon Lindelof (‘Além da Escuridão – Star Trek’) e foi baseado em uma ideia que a dupla bolou ao lado de Jeff Jensen, mais conhecido como dublê de filmes como ‘Indiana Jones e a Última Cruzada’ e ‘Velocidade Máxima’.

Vale lembrar que o título do blockbuster também foi alterado no Reino Unido e Irlanda, para ‘Tomorrowland: A World Beyond‘. A organizadora ID&T, que detém a marca ‘Tomorrowland‘ na Bélgica, Luxemburgo e Holanda, entrou com uma ação para impedir que o novo filme da Disney chegue a esses países com o mesmo título de seu festival de música eletrônica.

tomorrowlandterradoamanha_1

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «