Crítica 2 | Os Vingadores 2 – A Era de Ultron

Crítica 2 | Os Vingadores 2 – A Era de Ultron

COMPARTILHE!

Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, alí, ataque com a sua maior força. Parafraseando Sun Tzu, estrategista de guerra e grande filósofo chinês, começamos falando desse aguardado filme do universo Marvel que reúne mais uma vez um grande número de super-heróis famosos em batalhas e sequências grandiosas só que dessa vez com um toque considerável de maturidade e um retrato peculiar de cada um dos envolvidos nos intensos 142 minutos de projeção. Joss Whedon novamente comanda a festa e consegue a proeza de realizar um filme melhor que o primeiro.

Na trama, somos testemunhas do cotidiano batalhador da nossa querida turma de super-heróis que lutam a cada novo pôr do sol pela vida na terra. Certo dia, durante alguns testes com tecnologia ligada à teoria de inteligência artificial, Tony Stark e Cia acabam conhecendo um novo e terrível vilão chamado Ultron que possui entre seus aniquiláveis objetivos destruir os vingadores. Assim, tendo que ficarem mais unidos do que nunca, nossos heróis terão que enfrentar o maior desafio que já viveram até hoje e contarão com a ajuda de novos e poderosos amigos.

Um dos pontos mais interessantes a se analisar nesse novo filme dos Vingadores é o ponto equilibrado de maturidade que acompanhamos da equipe liderada pelo Capitão América. Cada um dos envolvidos expressa com mais clareza suas ideias e o porquê de cada um estar ali naquele grupo. Um dos mais destacados é Clint, o Gavião Arqueiro, interpretado pelo ótimo Jeremy Renner. Acompanhamos a vida pessoal do personagem e seu único objetivo que é voltar para sua família e viver com calma sua aposentadoria de super-herói, nada mais que um reflexo de partes de todos os personagens, principalmente quando chegamos ao desfecho da trama e vemos uma renovação na ‘equipe titular’ da turma.




vingadores2filmagem

Talvez um ponto negativo seja a falta de uma sequência emblemática de batalha que por acaso ou não aconteceu no outro filme. O foco principal do filme dirigido por Whedon são os personagens, as sequências de batalhas ficam em um segundo plano. Mesmo assim, todas as sequências são minuciosamente bem executadas e geram uma intensa satisfação aos fãs da história.

Os Vingadores 2 – A Era de Ultron, por mais que tenha uma classificação indicativa para acima dos 12 anos, é um filme para todas as idades. Vão haver filas e filas nos primeiros dias de exibições, será um sucesso de bilheteria (talvez até a maior do ano), será um sucesso com os cinéfilos, será um sucesso com todos que adoram se divertir comendo pipoca. É muito bom ver um blockbuster de qualidade que consegue reunir em uma sala de cinema gente de todas as idades. Não percam!




Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «