Crítica | Amor.com

Crítica | Amor.com

COMPARTILHE!

Apostando todas as fichas no mês dos namorados, chega aos cinemas a comédia romântica nacional ‘Amor.com‘, da diretora estreante Anita Barbosa, que já trabalhou como assistente de direção nos dois filmes da franquia ‘Se Eu Fosse Você‘ e também em ‘Divã a 2‘.

Estrelado por Isis Valverde (a sereia da novela da Globo) e Gil Coelho, o filme conta a história destes dois jovens que encontraram sucesso na internet, um assunto bem atual para os dias de hoje, mas que pode já estar um pouco esgotado.

Isis vive Katrina, uma famosa e mimada blogueira de moda. Tudo que ela faz e posta nas redes sociais tem um grande impacto na indústria e também em sua vida. Já Gil vive Fernando, um nerd fã de tecnologia e videogames, que começou a pouco tempo um canal na internet e que tem poucos seguidores ainda, mas sonha em ficar famoso e viver disso.

Vivendo em dois mundos completamente diferentes, o casal se conhece quando Fernando salva a vida de Katrina, após um de seus ex-namorados resolver enviar nudes dela para os amigos, uma situação que pode destruir sua reputação perante seus milhares de seguidores.

     

Depois disso, você já deve até imaginar: os dois se apaixonam e começam um relacionamento fofo, mas que vai enfrentar vários problemas, por viverem em mundos bem diferentes um dos outros.

Será que já não vimos isso antes? Tá, mas qual o problema de repetir uma fórmula de sucesso? Nenhum, pois o filme consegue entreter e divertir trazendo uma roupagem moderna sobre os famosos influenciadores, que estão em alta no momento.

Uma história conhecida com uma ideia atual tinha tudo para funcionar muito bem nas telonas, mas infelizmente não traz nada de novo, nada mesmo.

Outro ponto negativo é o fato de Isis Valverde não aparentar a idade da personagem Katrina, que por suas atitudes imaturas parece ter no máximo 20 anos de idade. Será que não seria melhor ter escolhido uma própria influenciadora digital que está na mídia para o papel?

Enquanto ela não se encaixa na personagem, a grande surpresa do filme é o ator Gil Coelho, que tinha tudo para cair no clichê estereotipado do personagem nerd, mas convence em seu personagem.

No geral, o filme é uma boa produção e funciona muito bem para quem está procurando um romance gostoso sem grandes surpresas e novidades.

Amor.com‘ é uma divertida sessão da tarde sem compromisso, mas que não se arrisca a fugir dos clichês do gênero.


Crítica | Annabelle 2 - A Criação do Mal - Vale a pena?



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.