Crítica | Angry Birds – O Filme

Crítica | Angry Birds – O Filme

COMPARTILHE!

Por trás de um grande sucesso existe sempre uma grande equipe. Com a difícil missão de transformar um famoso jogo em um longa-metragem, os cineastas Clay Kaytis e Fergal Reilly optaram pela criatividade em forma de simplicidade e acertam em cheio no alvo. Angry Birds – O Filme tem um roteiro bem trivial mas bem eficaz que navega explorando as personalidades e gigantes empatias que saem dos diálogos dos amáveis pássaros. Outro fator interessante é que o filme nos ajuda a entender um pouco melhor a história dos ilustres passarinhos do jogo que virou mania nos aparelhos digitais e que com certeza vão conquistar, agora no cinema, de vez o coração de todos.

angrybirds_1

Na trama, conhecemos uma população de pássaros, com diversas personalidades distintas, que vivem alegremente em uma ilha paradisíaca longe do continente. Nesse lugar, vive o emburrado Red (no original Jason Sudeikis, no Brasil Marcelo Adnet), um pássaro vermelho de sobrancelhas chamativas que vive praticamente isolado do resto dos amigos em uma casinha perto do mar. Durante uma punição, Red conhece o tagarela Chuck (Josh God no original e Fabio Porchat no Brasil), um pássaro amarelo hiperativo que tem o dom do rapidez, e também conhece Bomba (Danny McBride no original), um tímido mas grande pássaro que explode (literalmente) sempre que fica com raiva. Os três amigos praticamente são desconhecidos na ilha, porém, quando um bando de porquinhos verdes invadem a ilha à procura de ovos, o trio irá fazer de tudo para defender o interesse de toda a população de onde moram.




20150923angry-birds-movie-hd-wallpapers_67e4

O longa-metragem, que utiliza técnicas de animação, com estreia confirmada para o dia 12 de maio aqui no Brasil, é um filme feito para a criançada. Até há a tentativa de alguns diálogos mais profundos que serviriam para divertir os adultos também mas nessas partes as linhas do roteiro optam pela simplicidade. A aventura tem grandes méritos, valoriza o poder da amizade, explora o complicado caminho das personalidades tentando mostrar os porquês da raiva e outros sentimentos complicados de explicar. Nesse aspecto, é quase tão profundo quanto o espetacular Divertida Mente.

angry birds

Falando sobre a dublagem do filme aqui para o Brasil, vale o grande elogio para toda a equipe, que foi considerada pela produtora do filme como a melhor entre todos os países. Fabio Porchat e Marcelo Adnet, os grandes destaques, dão um show dublando as vozes de dois dos protagonistas. O público interage com as cenas a todo instante, ri praticamente o tempo todo de todas as trapalhadas que a turminha de pássaros apronta durante toda a projeção. Angry Birds – O Filme é uma fita que deverá ter um grande sucesso nos cinemas brasileiros não só porque são personagens fascinantes e já conhecidos, mas, porque a história criada ficou uma delícia de divertida. Não percam!




Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «