Crítica | As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras

Crítica | As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras

COMPARTILHE!

Cowabunga! Após o mediano primeiro filme lançado em 2014, a Paramount Pictures finalmente acertou o tom com ‘As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras’ (Teenage Mutant Ninja Turtles: Out of the Shadows).

Com cenas de ação megalomaníacas no estilo Michael Bay, a sequência cumpre a promessa de divertir e entreter seu público e reapresentar esses personagens clássicos, que surgiram nos quadrinhos em 1984 e migraram para a televisão em uma cultuada série animada.

O principal acerto do filme é trabalhar separadamente a personalidade de cada uma das Tartarugas, dando profundidade para esses personagens criados em CGI – desta vez, muito mais bem feitos e realistas do que o primeiro filme. Cada um dos quatro protagonistas tem sua própria trama desenvolvida, gerando empatia do público com suas ações.

tartarugasninja2_25




Já familiarizada em interpretar April O’Neil após o primeiro filme, Megan Fox está mais solta e empenhada, brilhando ao desenvolver o papel de uma mulher independente e destemida, sempre preparada para salvar o mundo e se disfarçar com os uniformes mais sexies possíveis.

A adição de Stephen Amell no elenco como o lendário vigilante Casey Jones também é um grande acerto, entregando uma divertida atuação e uma química deliciosa com Fox.

O alívio cômico continua sendo Will Arnett, que agora interpreta um famoso e popular Vernon Fenwick (e namora a modelo Alessandra Ambrósio).

tartarugasninja2_5




Na história, o quarteto de quelônios formado por Michelangelo, Donatello, Leonardo e Raphael enfrenta uma nova ameaça global que planeja destruir Nova York e o resto do planeta Terra. Com a ajuda da repórter April O’Neil (Megan Fox), Vern Fenwick (Will Arnett), e o recém chegado justiceiro Casey Jones (Stephen Amell), eles precisarão derrotar o supervilão Destruidor, e seus dois capangas, Bebop (Gary Anthony Williams) e Rocksteady (WWE Superstar Stephen “Sheamus” Farrelly).

À medida que as Tartarugas se preparam para combater Destruidor e sua nova equipe, eles se deparam com um inimigo ainda maior do que imaginavam: o terrível Krang.

O grande destaque fica para os vilões: o bizarro Krang (dublado por Brad Garrett) resgata brilhantemente o visual da série animada, e diverte enquanto traça seu plano diabólico para destruir ao mundo, tudo aliado a piadinhas que funcionam e fazem rir. Temos também a participação da dupla Bebop e Rocksteady, responsáveis pelas piadas “bobas” que irão agradar o público infantil.

as tartarugas ninja

A troca de diretor – sai o fraquíssimo Jonathan Liebesman (‘Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles’) e entra o talentoso Dave Green (‘Terra para Echo’) – conseguiu criar uma atmosfera familiar para a produção, resgatando vários elementos da animação.

Seu estiloso trabalho de direção consegue confeccionar cenas de ação grandiosas no melhor estilo Michael Bay, que serve como produtor da aventura.

Recuperando a energia e a diversão da série animada e dos filmes dos anos 90, ‘As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras’ acerta em aliar uma história bem desenvolvida com efeitos especiais de primeira, criando uma produção no melhor estilo “Sessão da Tarde” que promete agradar as crianças e os adultos, envolta com uma deliciosa sensação de nostalgia.

Entrevistamos Megan Fox e Stephen Amell, de ‘As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras’ 

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «