Crítica | Nu – Disponível no Netflix, comédia com roteiro fraco e repleto de exageros

Crítica | Nu – Disponível no Netflix, comédia com roteiro fraco e repleto de exageros

COMPARTILHE!

Dirigido por um especialista em filmes/sátiras oriundos de blockbusters, o cineasta Michael Tiddes (Cinquenta Tons de Preto, Inatividade Paranormal) chega ao netflix com seu novo trabalho, Nu, uma comédia repleta de situações absurdas com uma pegada Feitiço de Tempo mas completamente bipolar. No papel principal, o comediante  Marlon Wayans (As Branquelas, Todo Mundo em Pânico), que tenta a todo instante provocar risos no espectador com seu limitado personagem que se mete em uma situação diferente, só vista em filmes.

Na trama, conhecemos Rob (Marlon Wayans), um professor substituto que não quer se dedicar tanto ao trabalho, e lá se vão anos. Sua noiva, Megan (Regina Hall), uma médica de sucesso vinda de uma família de um grande empresário, Sr. Swope (Dennis Haysbert), acredita que Rob um dia irá mudar e o defende de sua família. Assim, os apaixonados resolvem casar. Chegando no grande dia do casamento, uma situação, no mínimo, inusitada acontece: Rob acorda completamente como veio ao mundo em um elevador de um hotel que não era o que estava hospedado. Para completar a loucura, o dia mais desesperante da vida dele começa a se repetir inúmeras vezes.

Nem o melhor advogado do mundo conseguiria defender esse filme no tribunal cinéfilo. A direção é muito fraca, o roteiro não possui força de sustentar as absurdas situações que nossos olhos assistem. Nada funciona com um mínimo de harmonia. Abre-se espaço a todo instante para improvisos ou mesmo piadas pré produzidas, inseridas em um contexto caótico, sem organização ou ritmo. Chamado de comédia, tem pequenos lampejos de suspense, lugar onde o filme poderia ter ficado por mais tempo, talvez a única subtrama que poderia funcionar mas fica somente na superfície, tendo um desfecho para lá de sonolento.

De positivo, o filme procura ser bastante honesto em sua proposta. Arrisca dezenas de piadas, algumas encaixam, outra não. Veste a camisa de que é um longa de comédia sem compromisso, feito para rir em alguns momentos modelando sua ações em uma situação constrangedora e com um protagonista que busca encontrar o seu carisma em todos os momentos.

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

Crítica | Extraordinário é extraordinário... e vai te fazer chorar litros!


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.