Crítica | O Caçador e a Rainha do Gelo

Crítica | O Caçador e a Rainha do Gelo

COMPARTILHE!

Quando a Walt Disney anunciou que iria readaptar suas animações clássicas em produções live-action, não demorou muito para a Universal Pictures mostrar que tinha uma carta na manga e anunciar ‘Branca de Neve e o Caçador‘.

Correndo contra o tempo para lançar seu filme antes do concorrente ‘Espelho, Espelho Meu‘ (comédia mal sucedida estrelada pela Julia Roberts), o estúdio lançou uma versão repaginada da Branca de Neve em um filme mais obscuro e esteticamente fabuloso, mas sem coração.

Com Kristen Stewart no papel da Branca de Neve e Chris Hemsworth como o Caçador, quem acabou roubando a cena foi a belíssima Charlize Theron no papel da Rainha Má. O filme recebeu duas indicações ao Oscar, de Melhores Efeitos Visuais e Melhor Figurino, e arrecadou bons US$ 400 milhões mundialmente.




cacadorearainhadegelo_4

O resultado? Uma sequência!

Visando uma potencial franquia, o estúdio decidiu demitir o diretor Rupert Sanders e a atriz Kristen Stewart, que trouxeram marketing negativo ao serem flagrados traindo seus respectivos parceiros durante os bastidores da produção.

Cedric Nicolas-Troyan, diretor de segunda unidade e supervisor de efeitos visuais no longa original, assume a direção de maneira muito mais eficiente que seu antecessor.




Para ocupar o star power de Stewart, que teve uma atuação bastante morna no primeiro filme, foram contratadas as talentosíssimas Jessica Chastain e Emily Blunt – além de trazer o retorno dos veteranos Charlize TheronChris Hemsworth.

cacadorearainhadegelo_1

Antes de Ravenna (Charlize Theron) ser derrotada pela Branca de Neve, sua irmã Freya (Emily Blunt) fugiu para o deserto onde construiu um Castelo de Gelo. Lá, ela treinou um exército de caçadores assassinos. Quando ela descobre que o Caçador (Chris Hemsworth) e Sara (Jessica Chastain) se apaixonaram, ela os expulsa e os faz acreditar que eles nunca mais irão se encontrar.

Após ser traída, Freya traz sua irmã Ravenna de volta à vida, e as poderosas irmãs malignas planejam um plano para conquistar a Floresta Encantada.

cacadorearainhadegelo_3

Obviamente, o roteiro e a trama são apenas utensílios para mostrar a beleza e talento do elenco principal e seus figurinos espetaculares. Mesmo sem uma história convincente, o roteiro ainda é melhor que o do filme original e traz uma aventura que remete aos deliciosos filmes dos anos 80.

O elenco é um show à parte: Apesar de aparecer em poucas cenas, Charlize Theron continua roubando toda a atenção do filme para ela. Com vestidos dourados e figurinos de cair o queixo, a atriz volta a brilhar fazendo o sotaque britânico que marcou a sua atenção no filme original.

Emily Blunt entrega uma atuação fria como a Rainha do Gelo, mas ainda assim consegue emocionar. E Jessica Chastain traz uma atuação brilhante vestindo couro apertado.

cacadorearainhadegelo_2

Em contrapartida, Chris Hemsworth entrega toda a testosterona necessária em uma atuação que nos faz esquecer por alguns momentos que ele é, na verdade, o Thor.

Superior a ‘Branca de Neve e o Caçador‘, ‘O Caçador e a Rainha do Gelo‘ alia uma narrativa interessante com cenas de ação mirabolantes e efeitos visuais de primeira – com um CGI muito melhor que o visto em ‘Malévola‘. É uma aventura à moda antiga, que tem como maior atração a deliciosa atuação exagerada de seu elenco de estrelas hollywoodianas.

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «