Deborah Secco é portadora de HIV em drama exibido no Festival de Paulínia

Deborah Secco é portadora de HIV em drama exibido no Festival de Paulínia

COMPARTILHE!

Deborah Secco brilhou na terceira noite do 6º Paulínia Film Festival. Ela é a protagonista de ‘Boa Sorte‘, de Carolina Jabor, que conta a história de Judite, uma moça HIV positivo e dependente de drogas que conhece numa clínica um rapaz de 17 anos, João (João Pedro Zappa), com quem começa um romance. O elenco também conta com Fernanda Montenegro, Cássia Kiss, Enrique Diaz e Mariana Lima.

Deborah foi muito aplaudida ao subir ao palco para apresentar o filme com o resto do elenco e a equipe.

“Quero agradecer a presença de todo mundo. É maravilhoso ter todo esse público para ver o nosso filme. Este é sem dúvida o trabalho mais importante da minha vida. É o trabalho para o qual eu mais me dediquei, dei minha saúde, minha essência. É o trabalho de um ano. A Judite é meu primeiro passo rumo à artista que eu quero ser para sempre. Espero que vocês gostem desse primeiro passo”, disse a atriz, sob fortes aplausos, no palco do Theatro Municipal Paulo Gracindo.

A diretora Carolina Jabor também declarou sua alegria em estrear o filme em Paulínia.

“É uma honra estar aqui para mostrar pela primeira vez este filme. Este é meu primeiro filme de ficção, e vocês são meu primeiro público”.



Publicidade

O diretor Guel Arraes, marido de Carolina, também estava presente na plateia.

A cerimônia foi apresentada por Rubens Ewald Filho, crítico e curador do festival, e pela atriz Nathália Lage, da série ‘Tapas & Beijos‘. Ao final, Rubens saudou a presença de Arnaldo Jabor, pai de Carolina, “um grande jornalista, grande cineasta e sem dúvida o pai mais orgulhoso do mundo esta noite”.


Publicidade

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c