Dia da Toalha | As 5 Maiores Heroínas das Séries de TV

Dia da Toalha | As 5 Maiores Heroínas das Séries de TV

COMPARTILHE!

E eis que o famigerado 25 de maio, conhecido também como Dia do Orgulho Nerd ou Dia da Toalha, chegou. Sabe-se que nenhum mochileiro das galáxias que se preze sai sem a toalha ou desconhece a importância da mesma. Espero que hoje todos vocês possam desfrutar de uma Dinamite Pangaláctica enquanto fazem as nerdices que gostam e, claro, que estejam bebendo ela agora, assim como eu, enquanto escrevo este texto. Óbvio que se surgir a oportunidade, peguem uma carona com alguma nave (só precaução para que não sejam Vogons) e aproveitem para se alimentar no restaurante no fim do universo. E não se esqueçam: a resposta é 42.

Vamos ao texto: assim como todo nerd que se preze não sai de casa sem uma toalha na mochila e/ou bolsa, ele também precisa conhecer essas cinco heroínas que compõem a TV atualmente. Portanto, separem os itens mais preciosos e preparem-se para embarcar numa jornada de MULHERÕES DA PORRA!

Jessica Jones (Krysten Ritter) – Jessica Jones

Mas Karolen, a Jessica não gosta de ser chamada de heroína! Ué, mas quem disse que ela precisa gostar? Pois bem, Jessica Jones foi criada por Brian Michael Bendis e Michael Gaydos, e boa parte dos quadrinhos possuem selo MAX da Marvel, ou seja, para maiores de 18 anos, e foi adaptada para o streaming por Melissa Rosenberg (Dexter).




A personagem, que parece ter caído como uma luva para Ritter, é composta por diversas camadas e de uma riqueza de personalidade impressionante. Jessica é um emaranhado de traumas, vindos da infância e aumentando conforme a vida adulta, devido aos abusos sofridos. Com força descomunal, capacidade de regeneração rápida, saltos à la Mulher-Maravilha e um fígado que aguenta a única refeição no dia ser uma garrafa de whiskey, ela atua como detetive em Nova York.

Jones, por mais que tente ser fria e distante da sociedade, demonstra em atitudes o quanto se importa com os outros e em utilizar o “dom” que ganhou para o bem, especialmente quando se trata da irmã adotiva Trish Walker (Rachael Taylor), o que, inclusive, chamaria de o pilar da série da Marvel/Netflix.

Polaris (Emma Dumont) – The Gifted

Mas Karolen, a Polaris não é necessariamente uma heroína, ainda mais com aquele final da temporada! Ué, mas quem disse que ela não é heroína dentro da própria história? Pois bem. A personagem de Dumont, para aqueles que desconhecem, é a filha legítima do Magneto e possui os mesmos poderes do pai. Dentro da série The Gifted, a princípio, ela é uma das líderes da resistência ao lado de outros personagens.

A jovem portadora do gene X possui os próprios traumas e demônios internos para combater devido a situações vividas quando mais nova. Dona de um poder, aparentemente, tão forte quanto o do pai, ela tem dificuldade em controlar, por vezes, a impulsividade e a indignação do que está sendo feito aos mutantes. Muito bem interpretada por Emma Dumont, a personagem é uma das melhores coisas para se ver na série de Matt Nix (Burn Notice).

Thunder (Nafessa Williams) – Raio Negro

Como criar uma lista de heroínas e não citar uma das melhores coisas da série de herói que todos precisam assistir, Raio Negro. Thunder, ou Tormenta, é a filha do vigilante de Freeland. A personagem que é negra, lésbica, ativista, tem um dos melhores arcos de descobertas de poderes já vistos numa produção do gênero. A jovem, que acredita fielmente que recebeu um dom que precisa ser usado para ajudar o próximo, é dona das melhores cenas da criação de Salim Akil (The Game) e Mara Brock Akil (Being Mary Jane).

O que seria de Thunder sem Raio Negro (Cress Williams)? E o que seria de Raio Negro sem Thunder? São perguntas difíceis de responder, pois é quase impossível imaginar um sem o outro. O momento em que ela veste o manto e as interações com o pai são sensacionais, e uma das melhores coisas da série. Sem contar que a personagem é dona de um humor pontual e gostoso de conferir.

Wynonna Earp (Melanie Scrofano) – Wynonna Earp

Querida Emily Andras (Lost Girl), obrigada por adaptar os quadrinhos de Beau Smith e criar uma das melhores séries da atualidade. E claro, não posso esquecer de agradecer por escalar Scrofano, afinal, quem melhor para viver a heroína mais humana da TV do que esta atriz canadense? Somente algumas coisas que gostaria de dizer para a showrunner.

Wynonna é, sem titubear, uma das criações mais importantes da última década. Uma personagem singular, cheia de humanidade, onde acertar e errar faz parte da jornada, mostra que gênero feminino ou masculino não faz alguém melhor do que o outro. Diria, inclusive, que a mesma remete a Jessica Jones em alguns quesitos da personalidade. Dona de um dos melhores sarcasmos da TV atualmente, a herdeira da maldição dos Earp mostra que é capaz de qualquer coisa, não importando o estado em que se encontre.

Como ser mulher e não se sentir representada pela personagem de Scrofano? E se você acha que ela foi badass na primeira temporada, aguarde até assistir a segunda.

Zari Tomaz (Tala Ashe) – DC’s Legends Of Tomorrow

Já gritei bem alto, mas vou repetir: TALA ASHE SALVOU A TERCEIRA TEMPORADA DE DC’S LEGENDS OF TOMORROW! É isso. Resume tudo. Mas permita-me divagar um pouco.

Zari Tomaz, ou Ms. Tomaz (por favor, leia na voz da Gideon), foi a melhor adição ao time das Lendas nesta terceira etapa da série. A personagem de Ashe é uma muçulmana e hacker de um futuro distópico em que ser um meta-humano ou ter religião são coisas proibidas. Após ver o governo invadir o local em que morava e assassinar o irmão, a jovem é levada pela A.R.G.U.S por ser uma dos membros da resistência. Ela consegue escapar e cai na lista de anacronismos do grupo liderado por Sara Lance (Caity Lotz), ao ser caçada por pela neta de Amaya (Maisie Richardson-Sellers).

A portadora do Totem do Ar é quase uma criança-adulta. Zari foge do estereotipo de muçulmanos, ama jogar videogame, dona dos melhores diálogos humorados e não diz não para uma boa refeição. Ademais, ela entrega o melhor episódio da terceira temporada, chamado “Here We Go Again”, em que os roteiristas exploram mais as camadas da personagem e mostram o quanto ela ainda tem a entregar.

-//-

Bom, galera, espero que este Dia da Toalha esteja sendo excelente para todos vocês. Caso assistam alguma destas séries e gostem de algumas dessas personagens, comentem abaixo e se tiver alguma outra que gostariam de ver por aqui, falem aí também. Até a próxima!




Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c