Diretora deixou ‘Mulher-Maravilha’ porque “alienaria os fãs”

Diretora deixou ‘Mulher-Maravilha’ porque “alienaria os fãs”

COMPARTILHE!

Oficialmente, a diretora Michele MacLaren (‘Game of Thrones’, ‘Breaking Bad’) abandonou Mulher-Maravilha por “diferenças criativas” com o estúdio, mas segundo o Badass Digest o verdadeiro motivo seria outro.

A visão da cineasta para o filme estava sendo considerada surrealista e a preocupação era de que isso poderia “alienar os fãs” da heroína. De acordo com uma fonte do site, MacLaren tinha intenção de transformar um tigre numa espécie de animal de estimação e confidente da amazona, algo que desagradou a Warner.

Além de procurar um novo diretor – ou diretora – o estúdio também está testando atores para o papel de Steve Trevor, par romântico da heroína. Os nomes dos candidatos, porém, não foram revelados.




Estrelado por Gal Gadot, o filme solo da Mulher-Maravilha tem previsão de ser rodado no outono norte-americano, que acontece entre setembro e novembro. Ainda não se sabe se o cronograma do longa será afetado em função da saída da diretora.

‘Mulher-Maravilha’ terá seis uniformes diferentes em filme solo

Gal Gadot fala sobre a Mulher-Maravilha e seus poderes

A Warner Bros. teria encomendado roteiros adicionais para o filme . O roteirista Arash Amel (‘Grace: A Princesa de Mônaco’) revelou em seu Twitter que o estúdio contratou seis roteiristas para escreverem, simultaneamente, seis versões diferentes do longa. Oficialmente, apenas Jason Fuchs (‘A Era do Gelo 4’ e do vindouro ‘Pan’) está trabalhando no roteiro do filme sobre a amazona.




A produção do filme ficará a cargo de Zack Snyder, Charles Roven e Deborah Snyder.

Mulher-Maravilha‘ pode ser situado no passado, assim como ‘Capitão América: O Primeiro Vingador‘, segundo o Bleeding Cool.

De acordo com fontes da publicação, a primeira metade do longa, situado na década de 1920, gira em torno da disputa por poder entre fações da Ilha Paraíso, a terra natal das amazonas. A chegada de um homem a Ilha pedindo ajuda – que não será necessariamente o piloto Steve Trevor, como nos quadrinhos – muda tudo e acaba levando a heroína para a terra dos homens. Lá, Diana (Gal Gadot) explora o mundo por sua perspectiva única e acaba descobrindo as dificuldades enfrentadas por mulheres na época.

Depois, a sequência mostraria a heroína entre as décadas de 30 e 40, durante a Segunda Guerra Mundial, com a trilogia se encerrando nos dias atuais.

Gal Gadot vive a heroína, que será introduzida antes em ‘Batman e Superman: Alvorecer da Justiça‘ para depois ganhar seu filme solo em 23 de junho de 2017.

Conheça a história de origem da Mulher-Maravilha em ‘Batman v Superman’

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «