Conheça os Presidentes que passaram mais sufoco que a Dilma

Conheça os Presidentes que passaram mais sufoco que a Dilma

COMPARTILHE!

Estamos vivendo um momento político fervoroso no país. As passeatas, tanto de apoio, quanto de protesto ao atual governo, têm tomado as ruas. Sem tomar partido, seja qual for sua opção política, o CinePOP resolveu desenvolver uma lista com dez filmes, trazendo presidentes em situações, digamos, desconfortáveis.

Veja abaixo a lista dos 10 Presidentes em Perigo:

Presidente: James Marshall
Intérprete: Harrison Ford
Filme: Força Aérea Um

air-force-one-1997-13-g




Começamos a lista com uma homenagem ao grande Harrison Ford, que se acidentou recentemente ao pilotar um avião antigo, precisando fazer um pouso forçado num campo de golfe na Califórnia. Neste filme de 1997, do diretor Wolfgang Petersen, Ford era o presidente americano. Durante um voo no avião presidencial, que leva o nome do filme, a aeronave é sequestrada por terroristas russos, com a família do regente a bordo. Ao invés de se salvar em sua cápsula de fuga, o presidente heroico decide ficar e lutar, eliminando a ameaça terrorista com as próprias mãos.

Presidente: Richard Nixon
Intérprete: Anthony Hopkins
Filme: Nixon

tumblr_n15usdkvnk1s5o8nro1_1280-richard-nixon-hollywood-s-favorite-president

Nixon foi um dos presidentes americanos menos queridos, ou talvez o menos querido. A gota d´água foi o escândalo envolvendo as escutas no caso Watergate, que terminou por causar a renúncia do regente. O escândalo Watergate e os jornalistas por trás da investigação do caso (Carl Bernstein e Bob Woodward, vividos respectivamente por Dustin Hoffman e Robert Redford) foram assunto do quintessencial Todos os Homens do Presidente. O tema também rendeu a sátira Todas as Garotas do Presidente, com Kirsten Dunst e Michelle Williams. Em Nixon, Oliver Stone dá voz de defesa para o regente, personificado por Anthony Hopkins, nesta biografia. Frost / Nixon também traz o presidente (vivido por Frank Langella) cedendo sua primeira entrevista televisiva após a renúncia.

Presidente: Thomas J. Whitmore
Intérprete: Bill Pullman
Filme: Independence Day

1wn9afltjs9b4ffemtey7iyjdh7toaksv55mz4tx46ogyeoghs3vhwdey3ilkwlj





Não conseguimos imaginar um presidente brasileiro agindo de forma heroica em alguma produção nacional. No entanto, as norte-americanas estão cheias deles. Sim, eu sei, eles são extremamente patrióticos, e nós não. Isso seria um defeito deles ou nosso? Bom, deixando isso de lado, o presidente desta ficção científica recheada de efeitos visuais, comandada por Roland Emmerich, precisa se preocupar com mais do que apenas a política. O ex-militar não hesita na hora de colocar o macacão, o capacete e assumir novamente o comando de um jato para combater uma ameaça alienígena invasora, no dia da independência americana, o 4 de julho. Eu sei, queríamos um desse.

Presidente: –
Intérprete: Donald Pleasence
Filme: Fuga de Nova York

efny6

A ficção é uma ótima casa para críticas políticas ou sociais. Ou simplesmente para o entretenimento desapegado. Aqui, o presidente americano (não nomeado), vivido por Donald Pleasence, cai em Nova York com sua cápsula de fuga, após um acidente no Força Aérea Um. Deve-se mencionar que no futuro, época na qual o filme de John Carpenter se passa, o local se transformou numa imensa prisão, onde criminosos são relocados e podem transitar livremente, criando assim suas próprias leis. A única esperança de resgate é o renegado Snake Plissken (Kurt Russell), um dos maiores anti-heróis da história da sétima arte.

Presidente: Merkin Muffley
Intérprete: Peter Sellers
Filme: Dr. Fantástico

Strangelove-President

Imagine ser presidente no período de guerra. Ou ainda pior, tentando evitar o início de uma. Nesta sátira política, o gênio Stanley Kubrick eleva à potência máxima a paranoia e o medo da guerra fria, quando russos e americanos veem suas relações pacíficas por um fio. Sellers, outro gênio, interpreta três personagens. Além do presidente americano, o Capitão Lionel Mandrake, e o conselheiro alemão Dr. Strangelove. Obra-prima, simplesmente.

Presidente: Snow
Intérprete: Donald Sutherland
Filme: Série Jogos Vorazes

Donald-Sutherland-as-Pres-010

Toda história precisa ter dois lados. Porém, não existe muita defesa para o ditador totalitário Snow, presidente da Capital, que oprime seu povo, favorecendo apenas os ricos. Diversas fortes analogias políticas podem ser encontradas no texto de Suzanne Collins, aparentemente voltado para o púbico jovem e para o entretenimento. Talvez seu único defeito seja justamente o personagem Snow, um vilão bidimensional, afastado de qualquer redenção (pelo menos como mostrado até aqui). O sujeito se diverte e promove o extermínio entre jovens, tudo televisionado. Só falta mesmo o vilão comer filhotes de animaizinhos no jantar.

Presidente: Beck
Intérprete: Morgan Freeman
Filme: Impacto Profundo

maxresdefault

Morgan Freeman já interpretou todo e qualquer tipo de papel. Até Deus o grande ator já foi. Não poderia faltar em seu currículo, um presidente. E foi nessa aventura dramática que Freeman assumiu a Casa Branca. Mas não pense que seu “mandato” foi fácil, já que o personagem precisou lidar com uma das maiores questões da história humana, a sua quase aniquilação. Um meteoro gigantesco chega para colidir com a Terra, forçando a construção de um grande abrigo, no qual serão permitidos apenas uma parcela da população.

Presidente: Andrew Shepherd
Intérprete: Michael Douglas
Filme: Meu Querido Presidente

1995american

O ator Michael Douglas ficou conhecido como um dos maiores amantes do cinema. Muitos dos seus filmes fazem uso de um forte teor, digamos, de paixão. Tal qualidade, Douglas trouxe para seu “mandato”, nesta obra dirigida por Rob Reiner e escrita por Aaron Sorkin (A Rede Social). O regente viúvo apaixona-se por uma lobista opositora de seu governo, interpretada por Annette Bening. A situação, que na vida real quase gera morte, no cinema é digna de uma bela história de amor.

Presidente: Jack Neil
Intérprete: Ronny Cox
Filme: Crime na Casa Branca

DI-Murder-at-1600

Época na qual o ator Wesley Snipes ainda figurava entre as maiores bilheterias a cada produção sua lançada. Este drama, recheado de adrenalina, é criativo ao apresentar a morte de uma funcionária da Casa Branca, assassinada no local. Para investigar é chamado um detetive de homicídios (Snipes), que contará com a ajuda de uma Agente do Serviço Secreto (Diane Lane). O principal suspeito do crime: o presidente americano.

Presidentes: Sawyer / Benjamin Asher
Intérpretes: Jamie Foxx / Aaron Eckhart
Filmes: O Ataque / Invasão à Casa Branca

Presidents

De tempos em tempos surgem o que eu costumo chamar de “filmes gêmeos”. São produções cujas temáticas, ou até mesmo a estrutura de roteiro dentro do tema, são muito parecidas. Veja o caso dessas duas obras de 2013, ambas abordando ataques à Casa Branca e ao presidente, realizados por terroristas em solo americano. Ambas também contam com heroicos homens da lei, dignos de John McClane (Channing Tatum no primeiro filme, e Gerard Butler no segundo). As diferenças são mínimas, como o fato de que o presidente de Foxx participa da ação ao lado do protagonista. Ou a identidade dos vilões, no filme de Butler, coreanos, e no de Tatum… bem, veja o filme para não darmos spoiler. Outro detalhe é que Invasão à Casa Branca foi mais bem sucedido financeiramente, talvez por ter sido lançado antes, e ganhará uma continuação em outubro deste ano, intitulada Invasão à Londres.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «