Ingresso de cinema no Brasil subiu de R$ 2,10 para R$ 28 em 22 anos!

Ingresso de cinema no Brasil subiu de R$ 2,10 para R$ 28 em 22 anos!

COMPARTILHE!

O Plano Real completou 22 anos na última sexta-feira, dia 1º de Julho, e o portal R7 divulgou uma matéria calculando os produtos e serviços que ficaram mais caros ao longo de duas décadas.

Segundo Richard Rytenband, o comentarista de economia da Record News, o valor do ingresso de Cinema e o gás de cozinha foram os que mais sofreram com a inflação.

Nesses 22 anos, o valor do ingresso do cinema saltou de R$ 2,10, valor médio no lançamento da moeda brasileira, para R$ 28 em 2016. Isso representa uma alta de 1.233,33%.




A base são os preços praticados pela rede Playarte.

O salário mínimo também subiu, e foi R$ 64,79 em julho de 1994 para R$ 880 em maio de 2016.

Mesmo com o valor abusivo, o público de cinema no Brasil teve o maior crescimento em 2015 dos últimos cinco anos. Segundo a Agência Nacional do Cinema (Ancine), foram registrados 172,9 milhões de espectadores nas salas de cinema do País, representando um crescimento de 11,1% em relação a 2014.

Acompanhando o bom desempenho do público em salas de exibição, a renda gerada em bilheteria foi de R$ 2,35 bilhões, refletindo um aumento de 20,1% em comparação ao ano anterior.




Essas são as maiores taxas de crescimento de bilheteria e de público registradas nos últimos cinco anos.

Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema!


Não esqueça de CURTIR nossa MATÉRIA ESPECIAL: