‘Insurgente’ abre mundialmente com US$ 101 milhões

‘Insurgente’ abre mundialmente com US$ 101 milhões

COMPARTILHE!

O lançamento de A Série Divergente: Insurgente neste fim de semana arrecadou US$ 54 milhões nos EUA e mais de US$ 47 milhões internacionalmente, onde liderou em 66 dos 76 mercados nos quais estreou.

Em alguns lugadores, a abertura de ‘Insurgente’ superou ‘Divergente’, com grande destaque para o Brasil, que teve um crescimento proporcional ao filme anterior, de incríveis 106%, Na França, que registrou o segundo maior crescimento, este número foi de 71% e no Reino Unido, 54%. A bilheteria brasileira parcial do primeiro final de semana chega a quase 900 mil espectadores, número quase três vezes superior à estreia do primeiro filme.

Internacionalmente, a França liderou com US$ 5,8 milhões, seguida pelo Reino Unido (US$ 4,5 milhões), Brasil (US$ 4,2 milhões), México (US$ 3,7 milhões) e Austrália (US$ 3,2 milhões). Ou seja, o Brasil foi o 4º melhor mercado mundial neste lançamento.

Crítica | Divergente

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

Em A Série Divergente: Insurgente, os riscos para Tris aumentam quando ela sai à procura de aliados e respostas nas ruínas de uma Chicago futurista. Tris e Quatro são agora fugitivos, caçados por Jeanine, a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los. Assombrada pelas escolhas do passado, mas desesperada para proteger quem ama, Tris – com Quatro a seu lado – encara um desafio impossível atrás de outro, ao desvendar a verdade sobre o passado e também o futuro de seu mundo.

Em entrevista ao E! News, a dupla de protagonistas, Woodley e Theo James (Quatro), falou sobre os momentos mais tensos nos bastidores. Os dois confessaram que passaram por apuros.

“Teve uma vez que eu bati o nariz e fez um barulho muito alto… Meus olhos encheram de lágrimas e eu pensei, ‘Merda, quebrei meu nariz’. Mas não estava quebrado, então tudo bem”, disse Shailene. “Não teve nenhum inchaço, olhos pretos, ficou muito dolorido durante um mês e meio, mas não foi grande coisa”, acrescentou.

James também se machucou durante as filmagens:

“Eu levei acidentalmente alguns socos na cara. Na sequência do trem, Jonny (Weston) me prendeu algumas vezes, mas isso deixou as coisas mais divertidas. Nós pudemos fazer coisas nesse filme que não fizemos no primeiro, forçamos um pouco mais as coisas”, explicou.

Woodley depois comentou as cenas quentes com o colega de elenco, gravadas em um estúdio com apenas quatro pessoas. A atriz confessa que ficou relaxada nas gravações de cenas de sexo.

“Se você está trabalhando com um ator que é gentil ou com uma atriz gentil, dependendo da cena, é uma experiência técnica. Theo é um gentleman, era como se estivéssemos fazendo qualquer outra cena.”

Por sua vez, James conta que ficou tenso nas filmagens:

“Às vezes, a coisa mais estranha é quando você está filmando [a cena] e, no meio dela, algo precisa ser retirado [pela produção]. Aí você não pode se mover, você tem que ficar parado ali. É tipo, ‘O que está acontecendo?’. E você está completamente pelado e coberto de suor””, falou.

Rebatendo o parceiro, Shailene disse ser “mais europeia quanto a isso”.

“Sexualidade é algo muito normal na minha vida e quanto mais nós a suprimimos, mais atrapalha”, completou.

 


Cenas Pós-Créditos de Liga da Justiça


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.