Jim Carrey é acusado de ter fornecido as drogas que mataram sua ex-namorada

Jim Carrey é acusado de ter fornecido as drogas que mataram sua ex-namorada

COMPARTILHE!

O ator Jim Carrey foi acusado de ter fornecido os remédios que ajudaram sua ex-namorada, Cathriona White, a cometer suicídio. Segundo o TMZ, a queixa foi registrada nesta segunda-feira, 19, por Mark Burton, o ex-marido de Cathriona.

O processo contra o ator foi aberto após três tipos diferentes de remédios serem encontrados em um frasco com o nome de Athur King, supostamente um pseudônimo de Carrey.

Nos EUA, é ilegal comprar remédios em nome de outra pessoa ou repassá-los para terceiros.




O ex-marido alega que o ator comprou os remédios quatro dias antes do suicídio de Cathriona, e os deixou próximo dela mesmo sabendo que a ex tinha um histórico de depressão e tentativas de suicídio.

Cathriona morreu aos 28 anos, em setembro de 2015, em consequência a uma overdose de remédios controlados.

Mark ainda alegou que Carrey tentou mascarar as evidências após o suicídio, enviando mensagens de texto após sua morte questionando se ela havia roubado os remédios sem sua permissão.

Os representantes de Carrey não comentaram as acusações.




Cathriona começou a namorar Carrey em 2012, entre idas em vindas. Ela deixou uma carta para o ator explicando os motivos sobre sua decisão de se matar, logo após o rompimento da relação.

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «