‘Leo & Carol’: Curta-documentário brasileiro ganha prêmio  em Barcelona

‘Leo & Carol’: Curta-documentário brasileiro ganha prêmio em Barcelona

COMPARTILHE!

Os preparativos de um casamento podem parecer um tema comum para um documentário. Mas é só assistir à primeira cena de ‘Leo & Carol‘, de Alvaro Campos e Dafne Capella, para entender que a teoria é bem diferente da prática. O filme acaba de ganhar o prêmio de Melhor Curta-documentário do Festival Inclús, de Barcelona, depois de ter conquistado o mesmo prêmio no Festival Sur Le Handicap, em Cannes.

O curta traz a história desse casal definido por muitos como “inusitado”. Leo e Carol estão a 20 dias de se casar. Ele é funcionário público, ator, comediante, teólogo e, segundo sua carteira de motorista, verticalmente prejudicado. Ela é uma jovem pedagoga e futura autora no alto do seu 1,65m. Na reta final para o grande dia, o curta retrata um amor quase de conto de fadas, só que da vida real – mais precisamente do Meiér – com as nuances que revelam na prática como um deficiente físico e sua família são vistos pela sociedade.

“Toda a trajetória do casal nos fazia questionar nossa dependência das histórias romantizadas da TV e dos folhetins. É muito mais poderoso celebrar os amores de pessoas únicas, que encaram de frente as dificuldades e o preconceito justamente porque são geradas do encontro de afetos reais, e não de arroubos romantizados ou fantasiosos”, diz o diretor Alvaro Campos.

O resultado dessa história vai além de um documentário. Inspirado pelo casal da vida real, Álvaro escreveu e dirigiu, ao lado do também diretor Pedro Antonio, o filme “Altas Expectativas”, que estreia no segundo semestre de 2017. No longa, Lena (Camila Márdila) é uma jovem batalhadora que recebe de herança um café cheio de dívidas e acaba mergulhando no mundo do turfe. Já Décio (Gigante Leo) precisa superar suas questões com a própria deficiência física para disputar a atenção dela com o playboy Flávio (Milhem Cortaz). E, para conquistá-la, ele está disposto a tudo, inclusive a tornar-se um comediante, com a ajuda dos personagens de Maria Eduarda Carvalho e Felipe Abib.

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

Renato Marafon faz tatuagem de Deadpool na CCXP


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.