“Ministro da Cultura ofendendo artistas é inadmissível”, se revolta Sonia Braga

“Ministro da Cultura ofendendo artistas é inadmissível”, se revolta Sonia Braga

COMPARTILHE!

No último mês, a atriz Sonia Braga e o resto do elenco do filme brasileiro ‘Aquarius‘ passou pelo tapete vermelho da 69ª edição do Festival de Cannes e denunciou o golpe político no Brasil.

A equipe do filme segurou cartazes com frases como “Um golpe aconteceu no Brasil“, “54.501.118 de votos foram queimados!” e “Vamos resistir“.

Como retaliação, o Ministro da Cultura no governo Michel Temer, Marcelo Calero, criticou a manifestação dos artistas brasileiros contra o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff.




“Estão comprometendo a imagem do País em nome de uma tese política, e isso é ruim. Eu acho até um pouco totalitário,Eu acho que a democracia precisa ser respeitada e acho que é um desrespeito falar em golpe de Estado com aqueles que viveram o golpe realmente, o de 1964. Pessoas morreram. As pessoas se esquecem disso. Então eu acho de uma irresponsabilidade quase infantil”, afirmou Calero em entrevista ao Preto no Branco.

Hoje,  Braga usou seu perfil no Facebook para responder a Calero.

Confira:

O filme brasileiro foi exibido hoje no festival e foi aplaudido – leia mais!




Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema!


Não esqueça de CURTIR nossa MATÉRIA ESPECIAL: