Netflix planeja segunda temporada do sucesso ‘Making a Murderer’

Netflix planeja segunda temporada do sucesso ‘Making a Murderer’

COMPARTILHE!

Quando o documentário ‘Making a Murderer‘ estreou na Netflix no último ano, ninguém imaginava o sucesso que ele iria fazer.

A intensa história acompanha Steven Avery, um cara que ficou preso por 18 anos por um crime que não cometeu. Ele só se safou porque um teste de DNA tirou ele da cena do crime e a polícia percebe que não haviam provas suficientes para a condenação.. Quando você vê ele saindo da cadeia, ele entra com uma ação contra o estado. É claro que um novo assassinato acontece e a culpa é colocada em Avery, em um processo bastante duvidoso.

Os cineastas Laura Ricciardi e Moira Demos passaram quase uma década documentando o processo, desde o seu início irritante até o final revoltante. Graças ao sucesso da série na Netflix, a dupla planeja realizar uma nova temporada sobre o caso.




Vale lembrar que Avery segue preso até os dias de hoje.

Recentemente, a advogada Kathleen Zellner, que passou os últimos 20 anos trabalhando em condenações injustas, assumiu o caso de Avery. Com isso, os cineastas Ricciardi e Demos já pediram a Zellner sobre a possibilidade de continuar a sua cobertura do caso de Avery em uma segunda temporada.

“Do nosso ponto de vista esta história ainda não acabou”, disse Ricciardi. “É a vida real, e Avery não é culpado. Nós não temos nenhuma ideia de qual vai ser a sentença do caso. Na medida em que há uma evolução significativa, gostaríamos de continuar a documentar este (caso)”, afirmou Ricciardi.

Crítica | Making a Murderer – Fabricando uma Sofrência!

Demorei para começar a ver a série pelo natural: a velha desconfiança de que tudo que cai no gosto do povo tão rapidamente gera expectativas. Eu tinha medo de me decepcionar… Muito medo!




Levei bem mais que o tempo do primeiro episódio pra vê-lo, dormi um sono tão pesado que acordei no episódio 3! Antigamente isso me faria desistir, mas voltei e comecei tudo de novo. Pra quem não quer dar uma chance pra série por ela ser longa, ou pelo fato do primeiro episódio ser meio exaustivo, dica de quem viveu na isso na pele: persista!

Making-a-Murderer_3

Making a Murderer‘ é uma série tão bem produzida e editada que chega a parecer ficção, ainda mais por seu estilo de narrativa. Todo fim de episódio deixa você roendo as unhas pra ver o que vai acontecer. Mas quando você acorda e lembra que aquilo é vida real mesmo, a série ganha um peso que não permite que os fracos de coração continuem assistindo.

Embora com longos episódios, a série em si é curta, tem apenas dez episódios. Demorei pra terminar, pois sempre tinha que colocar uma sitcom pra assistir no meio e tentar reequilibrar o emocional. Quando terminei de ver a série, nem um crossover de ‘Friends‘, ‘How I Met your Mother‘ e ‘The Big Bang Theory‘ seria capaz de me animar, honestamente!

Nosso amigo Steven barbudinho volta pro mundo real, pra sua família e seu trabalho e tudo vai indo bem. Ele parece ter superado aquele episódio da vida dele, mas como não guardar mágoas de quem te colocou atrás das grades sem nem te dar ouvidos? Ele viu a chance de fazer justiça e impedir que isso acontecesse com outras pessoas, por isso moveu uma ação contra o Xerife e policiais do condado que ele mora. O acordo era uma bolada gigantesca, praticamente barras de ouro que valem mais que dinheiro.

Making-a-Murderer_2

Aos 45 do segundo tempo, quando tava na beirinha de receber a grana, um novo crime bárbaro acontece na aparentemente pacata Manitowoc. Uma fotógrafa chamada Teresa Halbach desaparece e a mão de tremer começa a tremer mesmo, afinal o último compromisso dela no dia do desaparecimento era no ferro velho da família do Steven, onde ela faria a foto de um carro pra divulgar a venda dele numa revista.

Você já pode imaginar, né? Apenas 4 anos depois de se safar da primeira prisão, Steven torna-se novamente a bola da vez! Dai pra frente, meus caros, são 9 episódios que vão mexer com tudo que habita nos seus corações e bagunçar a cabeça da geral!

Não sei se eu que sou a diferentona, mas se você me perguntar agora se acho que ele é culpado ou inocente eu vou dizer “não sei”. A gente sabe que a historia dele não é limpa, que o cara tem uns rolos no passado, inclusive o condenável ato de jogar gasolina e atear fogo no gato da família quando ele era mais jovem. Desculpa aí, galera, mas eu sou #CatPerson e isso me fez ficar bem contra ele no começo da série.

Making-a-Murderer_5

A única coisa que Steven tem a seu favor no julgamento é o fato de que as mesmas pessoas que ele estava processando estão envolvidas na investigação do segundo crime do qual ele tornou-se suspeito, ele declara abertamente que essa galera plantou coisas contra ele na cena do crime. Fato: o cara mexeu com peixe grande e virou um ícone da luta contra a sujeira que rola no sistema judiciário.

Outra coisa que a série explora com maestria é a influência da mídia nos casos que ganham a atenção do público. Os meios de comunicação foram capazes de levar Steven do céu ao inferno (literalmente) com uma manchete. E a gente bem sabe o quanto o povo adora acompanhar casos assim, né! Todo canto do mundo tem uma Sonia Abrão, não estamos sozinhos.

Making-a-Murderer_4

Se você for do tipo que sofre de DFdS (depressão de fim de série), vale lembrar que ‘Making a Murderer‘ não é uma série qualquer. Só pra relembrar em caps, neon e gliter “ELA É UMA HISTÓRIA REAL”. Basicamente se você jogar qualquer coisa sobre a série no Google você vai ter leitura e informação pra cultivar pro resto da vida! Vocês vão ver que a série em si gerou tantas ou mais contradições do que a história do Steven em si. Ou seja: você vai ficar tão viciado em saber o que acontece no pós série quanto vai ficar na série!

Making a Murderer‘ ta aí para abrir os nossos olhos! Principalmente da galera aqui do Brasil que acha que só o nosso país tem absurdos e que tudo que acontece de ruim aqui parece acontecer só aqui. Os sistemas poderosos e corruptivos tão aí, em todos os lugares!

Muito embora muitas pessoas falem que a série só foi lançada pra fazer concorrência com a ‘Jinx‘ da HBO (ainda vamos conversar sobre ela), ‘Making a Murderer‘ foi um dos melhores presentes que ganhamos nesse início de 2016.

Prepare o coração, tome um Engov antes e um Engov depois, e separe o lencinho… Você corre o risco de chorar algumas Zé gotinhas no caminho.

 

 

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «