'Okja': Cinemas da Coréia do Sul podem não exibir filme da Netflix

'Okja': Cinemas da Coréia do Sul podem não exibir filme da Netflix

COMPARTILHE!

A Netflix comprou mais uma briga por seu método de distribuição das produções originais. Desta vez, uma forte rede de cinemas da Coréia do Sul, a CJ CVG, deve se recusar a exibir o indicado à Palma de Ouro, ‘Okja’, caso o filme estreie simultaneamente na plataforma de streaming.

Uma fonte ligada à rede de cinemas falou ao site The Hollywood Reporter que a empresa considera o modelo uma competição injusta eque vai reduzir o fluxo de espectadores na salas:

“Nós cremos que o correto seria haver um hiato entre o lançamento da produção nos cinemas e sua disponibilização online. Caso isso não aconteça, então estamos verificando a possibilidade não exibir ‘Okja’ nas salas da CJ CVG. A Netflix desprezou completamente o sistema que no qual o mercado cinematográfico coreano opera.




O crítico Bruno Fai está no Festival de Cannes fazendo a cobertura COMPLETA para o CinePOP e nos traz a crítica do filme dirigido pelo coreano Joon-Ho Bong ('O Hospedeiro', 'Expresso do Amanhã').

O grandioso elenco conta com Tilda Swinton ('Doutor Estranho'), Jake Gyllenhaal ('O Abutre'), Paul Dano ('Pequena Miss Sunshine), Bill Nighy ('Anjos da Noite') e Lily Collins ('Os Instrumentos Mortais').

O streaming vai financiar 100% da produção, tudo ao orçamento de incríveis US$ 50 milhões. Você pode até achar pouco, mas para uma plataforma como a Netflix é muito dinheiro.

Intitulado 'Okja', o longa será um thriller de terror que mostrará a relação de uma garota asiática com sua melhor amiga: um monstro chamado Okja. Ela precisará destruir uma poderosa corporação multinacional para salvá-la.

A estreia na Netflix acontece dia 28 de Junho. Estamos bem curioso, afinal, 'Expresso do Amanhã' trouxe uma baita originalidade, sendo um dos melhores longas de 2014.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c