'Pânico 3' denunciou os estupros dos executivos em Hollywood... Ninguém percebeu?

'Pânico 3' denunciou os estupros dos executivos em Hollywood... Ninguém percebeu?


🍿 URGENTE! Inscreva-se no nosso canal do YouTube para receber vídeos EXCLUSIVOS e PROMOÇÕES! 🍿



Eu me lembro perfeitamente do dia que assisti 'Pânico 3' nos cinemas, em Junho de 2000, após o filme ter sido adiado por quase um ano.

Com toda a polêmica envolvendo as diversas acusações de assédio sexual e estupro envolvendo Harvey Weinstein, logo lembrei de cenas do filme que tentavam expor o produtor.

A franquia foi bastante prejudicada por uma grande briga entre o roteirista Kevin Williamson e os produtores, os irmãos Weinsteins.

Após a briga, Williamson foi dispensado de 'Pânico 3' e Ehren Kruger ('A Chave Mestra', 'Pânico 3') foi contratado para reescrever algumas cenas.




Porém, é notório uma cena de Williamson que permaneceu no filme... ou melhor, duas. O filme trazia elementos de terror e comédia, mas também era uma grande crítica à indústria hollywoodiana.

Na cena em questão, Sidney Prescott (Neve Campbell) descobre que sua mãe tentou ser uma atriz em Los Angeles e foi estuprada por vários executivos do estúdio.

Maureen mudou-se para Hollywood e apareceu em três filmes para a Sunrise Studios (seria a The Weinstein Company?), sob o nome artístico "Rina Reynolds". Os filmes foram produzidos pelo ícone de terror John Milton (Harvey Weinstein?). Durante uma de suas festas, ela foi estuprada por Milton e seus amigos. O estupro afetou Maureen pelo resto de sua vida, e ela abandonou Hollywood.

Chega a ser interessante um filme produzido pelos Weinsteins ter uma premissa tão ligada à vida real, agora que descobrimos que essas "festas" realmente aconteceram nos bastidores de Hollywood. Será esse o motivo da briga com o roteirista? Ou o estopim?

Além dessa cena, o filme traz uma deliciosa participação de Carrie Fisher como uma sósia da atriz, revelando que ela só não conseguiu o papel de Princesa Leia em 'Star Wars' porque não quis "fazer sexo" com George Lucas. Ouch!

A atriz que interpreta Sidney em 'Stab' também revela que só conseguiu o papel no filme porque dormiu com o produtor, John Milton.

Assista as cenas:

 

 

 

O que sabemos sobre Pânico 5?

'Pânico 5' chegou a ser anunciado em 2010 - mas acabou sendo cancelado quando 'Pânico 4' estreou nos cinemas e arrecadou apenas US$ 97,1 milhões mundialmente.  Não é um valor baixo, mas nem se compara aos US$ 173 milhões arrecadado pelo primeiro filme lá em 1996.

Pode não parecer, mas 'Pânico' completou 20 anos em 20 de Dezembro de 2016, e continua sendo uma das franquias mais icônicas e importantes do cinema.

Existe a possibilidade de um quinto filme? Sim, mas ele é muito baixa.

A atriz Neve Campbell e o roteirista Kevin Williamson falaram sobre a possibilidade de voltarem ao projeto, logo após a morte do diretor Wes Craven.

"Seria difícil fazer a sequência sem Wes", afirmou Campbell. "Sua visão era tão clara e ele era tão bom. Acho que seria doloroso. Acredito que esse filme ainda pode acontecer, mas seria um desafio."

O roteirista Kevin Williamson afirmou que ele e o diretor planejavam uma trilogia em 2011.

"Wes e eu, quando estávamos começando Pânico 4, tínhamos planos para Pânico 5 e 6", diz Williamson. "Agora, sem Wes, sinto que você tem que responder às perguntas de como e por quê, e não sei como fazê-lo sem Wes e não sei por que fazê-lo", concluiu

Recentemente, o MoviePilot afirmou que os irmãos Weinsteins estão empolgados em realizar um último filme, que seria dividido em duas partes.

Em termos modernos, a maior possibilidade é que a franquia ganhe um reboot nos cinemas. Você gostaria?

Inicialmente previsto como uma nova trilogia, 'Pânico 4' trouxe seus protagonistas principais: Sydney Prescott (Neve Campbell), Dewey Riley (David Arquette) e Gale Weathers (Courteney Cox). Caso a sequência seja feita, especula-se que Hayden Pannetierre deve voltar como Kirby.

 

panico5_1





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c