Prefeitura de São Paulo inaugura salas de cinema com ingressos de R$ 3 a R$ 8

Prefeitura de São Paulo inaugura salas de cinema com ingressos de R$ 3 a R$ 8

COMPARTILHE!

Pessoas que moram na periferia, mas que nunca foram ao cinema, seja pela distância ou mesmo pelo gasto com transporte e a entrada, passam a ter outra realidade. A partir desta quarta-feira (30), São Paulo passa a ter as duas primeiras salas públicas de cinema implantadas nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) Butantã e Meninos. A ação faz parte do Circuito Spcine, que entregará até o fim de maio outras 18 novas salas montadas com equipamentos de alta tecnologia, espalhadas por todas as regiões da cidade. Nos CEUs, a entrada será gratuita.

A escolha das salas atendeu prioritariamente regiões que atualmente não são atendidas pelo circuito comercial de cinema.

“Estas salas irão complementar o circuito comercial, mas elas são muito importantes, por ser um circuito alternativo e público e de fácil acesso. Aqui a gente não vai precisar pegar ônibus e pagar o ingresso para assistir a uma boa programação”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.




Um estudo da JLeiva apontou que, na média de toda a cidade, 10% dos paulistanos nunca foram a uma sala de cinema. Nas classes D e E, esse número sobe para 30%.

“A cultura é fundamental para enfrentar todos os desafios que o povo brasileiro tem pela frente, para estimular a convivência e de aceitação do outro para a construção de uma sociedade democrática”, disse o ministro de Estado da Cultura, Juca Ferreira.

Com a instalação completa das salas, a programação contará com 200 sessões semanais, onde são esperados 960 mil espectadores por ano.

“Com estas salas nós também daremos oportunidade para produções, que muitas vezes não conseguiram chegar às grandes salas de cinema”, disse o secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki.




Das 20 salas do projeto, 15 serão em CEUs, sendo cinco na zona leste, cinco na zona sul, quatro na zona norte e um na região oeste.

As outras cinco salas ficam em equipamentos culturais como a Galeria Olido, no centro, duas no Centro Cultural São Paulo (CCSP), na Vergueiro, uma no Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes e mais uma na Biblioteca Roberto Santos, no Ipiranga. Nesses locais, as salas integram o sistema oficial de exibição, cadastrados pela Ancine (Agência Nacional do Cinema), contabilizando a bilheteria e a renda dos filmes. Por este motivo os ingressos irão variar entre R$ 3 a R$ 8.

“Estas 20 salas que estão sendo abertas em São Paulo, espalhadas pelas regiões que não são atendidas pelas grandes redes, são fundamentais para que o cinema brasileiro chegue aos brasileiros, de uma maneira facilitada”, disse o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel.

Programação

Nesta tarde, a sessão do filme “O Escaravelho do Diabo” abriu a sala instalada no CEU Meninos, no Sacomã. Já no início da noite, o filme “Mundo Cão”, dirigido pelo cineasta Marcos Jorge e estrelado por Lázaro Ramos, Babu Santana e Adriana Esteves, foi exibido no CEU Butantã, mesma região em que algumas cenas foram gravadas.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «