Qual é o significado bíblico por trás do filme ‘Mãe!’?

Qual é o significado bíblico por trás do filme ‘Mãe!’?

COMPARTILHE!

Você saiu do cinema após assistir ‘Mãe!’ e não entendeu bulhufas: Não se preocupe, você não está sozinho!

O genial Darren Aronofsky, diretor de ‘Pi‘, ‘Cisne Negro‘ e ‘Noé‘, nos entregou um dos filmes mais controversos e polêmicos da história.

Cheio de metáforas e simbolismos, o filme promete confundir a cabecinha de muitos cinéfilos. Cada um terá uma visão diferente sobre a mensagem que o filme passou, mas definitivamente todos serão tocados pela história – pelo bem ou pelo mal.

Hoje, vou explicar a história baseado na minha teoria sobre o filme.

Participe do nosso grupo ESPECIAL no Facebook » https://goo.gl/BBFEmQ

     

Existem várias teorias diferentes: alguns dizem que Mãe é sobre a figura feminina, uns dizem que é sobre o homem sempre querer uma mulher mais jovem, sobre a fama, sobre os medos da gravidez e tem até gente que acha que o filme mostra como é ser Jennifer Lawrence.

Eu vou na teoria de que ‘Mãe!’ é sobre a criação da humanidade, e é totalmente pautado na Bíblia:

Javier Bardem, “o poeta”, é Deus… a energia que criou tudo. O Criador. Ele é o responsável pelo início de tudo, por criar a personagem de Jennifer Lawrence. Logo no começo, vemos ele segurando um cristal, a origem do Big Bang, e colocá-lo em um lugar sagrado. À partir daquele momento, tudo volta a ter vida.

Jennifer Lawrence é criada nesse momento. Ela é o lar, a casa… ela é o Planeta Terra. Ela é quem prepara a casa, cuida de tudo e quer criar um paraíso. Sim, ela é a metáfora mais forte do filme. Ela é nosso lar.

O primeiro convidado a “entrar” na casa é o personagem de Ed Harris… e Pasmem: Ele é Adão, o primeiro homem criado por Deus. Em uma das cenas mais intrigantes do filme, ele está vomitando no banheiro e existe uma grande ferida em suas costas.

Sabe o que isso significa??  A Costela de Adão. Ela foi arrancada dele por Deus para criar Eva, segundo a Bíblia.

Logo após essa cena, surge na casa a belíssima Michelle Pfeiffer, que é ninguém menos que Eva.

Os dois são acolhidos por Bardem, Deus, mas Lawrence, a Terra, sempre se mostra desconfortável em tê-los dentro de sua casa. Quando os dois quebram o Cristal que começou tudo, Deus se revolta. É o fruto proibido. Eles receberam ordens especificas de não entrarem em seu escritório.

Logo depois, eles retornam com seus dois filhos. Sabe quem são: Caim e Abel. Nem preciso contar que um irmão mata o outro, tanto na Bíblia quando no filme, né??

Algo que não consegui entender muito bem é o pó amarelo que Lawrence toma no banheiro todos os dias. Após pensar por duas noites em claro sobre o filme, eu cheguei à conclusão que o pó amarelo pode significar o sol. É a única energia que a Terra precisa para sobreviver.

A cena da pia significa o grande dilúvio.

Quando a personagem de Jennifer Lawrence engravida, a paz volta a reinar na casa. Até que os “convidados” voltam a aparecer. Eles cultuam a Deus e querem conhecer o bebê. O bebe é o Messias, o filho sacrificado. Jesus. A criança é morta em uma das cenas mais chocantes do filme, e todos comem um pedaço dela.

Deus é retratado no filme como uma figura vaidosa, que preza ser idolatrado pelos “convidados”. Após ter seu filho morto, a mãe natureza começa a mostrar sua fúria. Ela quer expulsar os seres que estão em sua casa, que mataram seu filhos.

Deus diz pra ela que ela precisa perdoar, pois os “convidados” se arrependem. Mas, ao contrário de Deus, ela não vê perdão no que foi feito.

Quando ela incendeia a casa, podemos encarar como o Apocalipse. Estamos tomando todos os recursos da Mãe terra, e não damos nada em troca. Matamos seu filho, comemos seus frutos, somos convidados indesejáveis. E ela está começando a mostrar sua fúria. Ela nos criou um paraíso, e estamos fumando dentro da casa dela e queimando seus tapetes.

No fim, quando a mãe natureza se mata incende ando a casa, a terra e todos que moram nela, Deus precisa de seu amor para recomeçar tudo de novo, mostrando que é um ciclo eterno. A humanidade vai acabar, e será recriada. De novo, de novo, de novo.

Você concorda com minha teoria?? Faltou alguma passagem??

Conte nos comentários abaixo qual é a SUA teoria, e o que VOCÊ achou do filme!

Assista:

 


Crítica | A Babá - Netflix lança comédia de terror sobre culto satânico


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.