Remake de ‘Dirty Dancing – Ritmo Quente’ é criticado por final diferente e qualidade

Remake de ‘Dirty Dancing – Ritmo Quente’ é criticado por final diferente e qualidade

COMPARTILHE!

O remake do clássico oitentista ‘Dirty Dancing – Ritmo Quente’ não conseguiu emplacar o sucesso que as expectativas nutriam, Exibido nesta quarta-feira (24), a versão estrelada por Abigail Breslin e Colt Pratter recebeu duras críticas dos fãs nas redes sociais.

Os aspectos mais criticados foram a falta de química entre os protagonistas, a falta de talento para a dança e o trágico fim, diferente da versão original.

Confira algumas opiniões publicadas no Twitter:

 

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

“O filme original sempre será meu favorito! O remake foi muito triste! Sem química entre o elenco e performances pobres”.

 

“RT se você acha que química de verdade deveria ser assim”.

 


“Trump & Melania tem mais química que Johnny e Baby”.

 


“Química! Somente no #DirtyDancing original”.

 


“O casal no comercial da HealthCare tem mais química e movimentos de dança melhores que Baby e Johnny”.

 


“O casamento sem amor dos pais de Baby tem mais química que Baby e Johnny”.

 


“A cara das pessoas depois de assistir esse remake”.

 


“#DirtyDancing legal eles terem incluído a tomada das pessoas que gostaram desse remake”.

 


“Quando você pensava que não poderia ficar pior.

ABC: nos dê mais cinco minutos”.

 


“Semana que vem no remake de Titanic: Jack vive!!!”

 


“O filme #DirtyDancing me fez sentir assim…”

 

A atriz Abigail Breslin (‘Scream Queens’) estrela como Baby, originalmente interpretada por Jennifer GreyColt Pratter vive o personagem de Patrick Swayze.

O telefilme tem três horas de duração.

A Lionsgate é a responsável pela produção da adaptação, que tem Jessica Sharzer (‘American Horror Story’) como roteirista e Wayne Blair (‘The Sapphires’) na direção.

O filme original foi estrelado por Jennifer Grey e Patrick Swayze, e arrecadou ótimos U$213 milhões mundialmente. Em 2004, foi lançada a sequência ‘Dirty Dancing – Noites de Havana‘, fracasso de público e crítica.


Crítica | Extraordinário é extraordinário... e vai te fazer chorar litros!


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.