Roberto Carlos diz que cinebiografia de ‘Tim Maia’ é “mentirosa”

Roberto Carlos diz que cinebiografia de ‘Tim Maia’ é “mentirosa”

COMPARTILHE!

O cantor Roberto Carlos participou de uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 5, durante o cruzeiro “Emoções em Alto-Mar“.

Entrando em temas polêmicos, o cantor afirmou que nunca brigou com Tim Maia e revelou que as cenas mostradas na cinebiografia ‘Tim Maia‘, dirigida por Mauro Lima, são “mentirosas”.

“Nunca briguei com o Tim Maia. Sei da história toda. Quando fizemos o grupo, era eu, Erasmo e Tim. Já sabíamos que queríamos fazer carreira solo”, revelou.




Segundo ele, a cena da briga em que Tim joga sanduíches em Roberto ao ele negociando para participar sozinho de um programa de TV nunca existiu.

“Quando decidi sair do grupo não teve nenhuma reação. Não existiu aquilo de jogar pão. É mentira. Quando o Tim tinha 17 anos, ele foi para os EUA e me procurou. Escalei ele para a Jovem Guarda por duas ou três vezes. Foi maravilhoso. Eu pedi na CBS para fazer um disco com ele. Ele fez o primeiro disco dele na CBS… não foi o sucesso que ele esperava”, continua.

“Ninguém nunca viu essa cena de enrolar o dinheiro e jogar para ele. Colocaram um assessor lá que nunca existiu. Jamais eu teria admitido que um assessor tivesse essa atitude. Isso eu não vi e ninguém viu. Essas coisas estão muito deturpadas”, concluiu.

Transgressor, amoroso e debochado, Tim se consagrou como um dos artistas mais queridos e respeitados da música brasileira. Desde a adolescência, quando desembarcou em Nova York sem falar uma palavra em inglês, Tim Maia sempre fez o que queria, com quem e quando queria, e pagou um preço alto por sua liberdade. Mas, depois de sua passagem, a música brasileira nunca mais foi a mesma




Tim Maia é interpretado por dois atores em momentos diferentes de sua vida: Robson Nunes enquanto jovem, e Babu Santana adulto.  Alinne Moraes vive a esposa do cantor. Cauã Reymond interpreta o paraguaio Fábio, amigo e parceiro do cantor.

O longa dirigido por Mauro Lima (‘Meu Nome não é Johnny’) foi adaptado do livro Vale tudo – O som e a fúria de Tim Maia.

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «