Roteiristas de ’50 Tons de Cinza’ não assistiram ao filme

Roteiristas de ’50 Tons de Cinza’ não assistiram ao filme

COMPARTILHE!

Em entrevista ao Bret Easton Ellis, os roteiristas de ‘Cinquenta Tons de Cinza‘ , Kelly Marcel e Patrick Marber, afirmaram que não assistiram a adaptação do best-seller.

A dupla sofreu nas mãos da autora E L James e teve que modificar o roteiro diversas vezes. Pelo jeito, o trabalho traumatizou os roteiristas, que preferiram não conferir na telona o resultado final da saga erótica de Christian Grey e Anastasia Steel. Na entrevista, Kelly Marcel desabafou.

“Meu coração está em pedaços com o modo que foi feito o filme, de verdade. Não digo com algum tipo de ressentimento, raiva ou qualquer coisa assim, mas sinto que não posso vê-lo sem sentir um pouco de dor por ser muito diferente do que eu havia escrito. Eu queria começar pelo final do filme, mostrando o ‘espancamento’ e partindo para flashbacks que vão ao longo da história. Eu queria explorar a  famosa Deusa interior e todos os monólogos de Ana. Senti que poderia ser um filme muito sexy se não diálogos em excesso. A autora disse que não era o filme que ela e os fãs queriam ver”.




Marber, contratado para reescrever o roteiro de Marcel, também não tem boas recordações do trabalho.

“Quando eles me contrataram disseram que eu era um herói, que estava salvando as vidas deles. Depois eu fui demitido. Fiquei triste porque achei que meu roteiro era bom para ela”.

 

O novo livro da saga ‘Cinquenta Tons de Cinza‘de E L James será publicado no Brasil pela Intrínseca, dia 18 de setembro. A autora explicou a ideia de seu novo trabalho.




“Christian é um personagem complexo e os leitores sempre foram fascinados por seus desejos, motivações e seu passado conturbado”, disse James. “Além disso, qualquer um que já esteve em um relacionamento sabe que há dois lados de toda história. Será um grande prazer retornar ao universo de Christian e Ana”, concluiu.

O fenômeno editorial já teve seis milhões de exemplares vendidos somente no Brasil. ‘Grey‘ terá tiragem inicial de 400 mil exemplares.

O volume inicial da saga foi lançado em 2011, dando origem a uma trilogia que vendeu 125 milhões de cópias pelo mundo. A versão cinematográfica também se mostrou um grande estouro, com bilheteria mundial de US$ 569,7 milhões.

Cinquenta Tons Mais Escuros’ e ‘Cinquenta Tons de Liberdade’, respectivamente o segundo e terceiro filmes da franquia iniciada por ‘Cinquenta Tons de Cinza’, já têm data de lançamento. As continuações chegarão aos cinemas em 10 de fevereiro de 2017 e 9 de fevereiro de 2018.

‘Cinquenta Tons de Cinza’ ganhará versão sem censura; veja trailer

Produtor de ’50 Tons de Cinza’ recusa aumentar salários dos protagonistas

Com direção de Sam Taylor-Johnson, a produção era um dos mais esperados lançamentos do ano e é baseado no best-seller de EL James, que vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo. A produção retrata o relacionamento entre o bilionário de 27 anos Christian Grey, interpretando por Jamie Dornan, e a estudante Anastasia Steele, papel de Dakota Johnson. Com estreia mundial na data que corresponde ao dia dos namorados nos Estados Unidos (Valentine’s Day), o filme traz à tona a relação íntima e intensa do casal e mescla os sentimentos da jovem inexperiente Anastasia com os do poderoso e sedutor Grey, um homem de interesses extremamente peculiares.

grey_1

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «