Ryan Reynolds revela porque passou a usar dublês para as cenas de ação

Ryan Reynolds revela porque passou a usar dublês para as cenas de ação

COMPARTILHE!

Ryan Reynolds levava as cenas de ação de seus filmes com o mesmo nível de seriedade que Tom Cruise, não se esquivando de nenhuma delas.

No entanto, a última vez que o ator encarou as tomadas mais arriscadas, sem o auxílio de qualquer dublê, foi em 2012, para ‘Protegendo o Inimigo’.

Desde então, o astro tem contado com o apoio de outra pessoa para desempenhar as tomadas mais difíceis.

Segundo ele, a decisão não partiu de si mesmo, mas sim de um alerta severo de seu médico:

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

“Eu sofri contusões bem fortes fazendo minhas cenas de dublê, chegando até a quebrar algumas vértebras no meu pescoço – o que foi terrível. E me lembro muito bem daquele momento eu que estava no consultório do médio. Creio que já era a sétima vez que eu estava lá, naquele mesmo consultório. O médico pegou seu bloquinho e foi bem claro em relação à prescrição, escrevendo: ‘Dublê’. Depois daquilo foi inegociável e agora eu ando com quatro caras que fazem o trabalho duro. Ainda bem que em ‘Dupla Explosiva’ nada grave aconteceu”.

O agente de proteção vivido por Ryan Reynolds tem um novo cliente: um assassino de aluguel que mata a sangue frio. No entanto, eles já estiveram em lados opostos de uma bala por muitos anos e sempre se odiaram. Agora, eles estão presos juntos e tem 24 horas para chegar a Haia, antes que o vilão vivido por Gary Oldman acabe com a vida deles.

Dupla Explosiva‘  estreia em 18 de agosto nos Estados Unidos, e 24 de Agosto no Brasil.


Crítica | Extraordinário é extraordinário... e vai te fazer chorar litros!


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.