‘Sem Fronteiras’ celebra os 50 anos de ‘Star Trek’

‘Sem Fronteiras’ celebra os 50 anos de ‘Star Trek’

COMPARTILHE!

Star Trek: Sem Fronteiras‘ (Star Trek Beyond) chegou aos cinemas do Brasil no dia 1º de setembro, mesmo mês em que a série criada por Gene Roddenberry completa meio século.

O primeiro episódio da série, intitulado ‘The Man Trap‘, foi ao ar na televisão norte-americana no dia 8 de setembro de 1966, há exatos 50 anos.

“Diário de bordo. Data estelar, ano 1513.1. Nossa posição é a órbita do planeta M113”, foi a primeira frase da célebre série que encantou gerações.




Com o sucesso, a franquia ganhou um reboot lançado por J.J. Abrams, em 2009, que dá continuidade à saga da tripulação da Enterprise em sua missão de explorar o espaço.

Gene Roddenberry criou esse mundo incrível que nós temos a emoção de revisitar repetidamente”, J.J. define.

Desde então, Abrams assinou não só a produção, mas também a direção do filme ‘Star Trek‘ (2009), que marcou o retorno da franquia no cinema, e ‘Star Trek: Além da Escuridão‘ (2013). No terceiro filme, J.J. segue como produtor, mas quem assume a direção é o cineasta Justin Lin, veterano da franquia ‘Velozes e Furiosos‘.

“Justin provou, inúmeras vezes, ser um incrível contador de histórias. Mas, acima de tudo, o que mais chamou a minha atenção foi o seu amor por Star Trek. Eu sabia que nós conseguiríamos conduzir as sequências de ação. Mas, o que mais me empolgou foi ouvi-lo falar sobre esses personagens, como se fossem pessoas que conhecesse. Ele é realmente perfeito para a função”, elogia Abrams.





Doug Jung (‘Banshee’) e seu coautor Simon Pegg escreveram o roteiro do novo filme tentando reaproximá-lo da série.

 

“Eu tinha crescido assistindo Star Trek, mas só passei a realmente gostar quando fiquei mais velho. O grande conhecimento de Simon foi imprescindível para o trabalho, pois ele podia dizer ‘Acho que o Kirk diria isso’ ou ‘O Spock talvez usasse essa palavra’. Às vezes, no quarto, ele interpretava o Scotty, o Bones ou o Spock. E era muito convincente, chegava a ser hilário”, relembra Jung.

Um quarto filme da franquia já está a caminho, e tem estreia prevista para 2018. Além disso, a Netflix lançará uma nova série com lançamento previsto para janeiro de 2017 – saiba mais.

 

NOTA

Em 19 de junho de 2016, a família Star Trek perdeu um membro. O súbito falecimento de Anton Yelchin (1989–2016) devastou o elenco e a equipe técnica de ‘Sem Fronteiras‘. O elenco, a equipe e os fãs mundo afora demonstraram seu amor por Anton e sua interpretação de Pavel Chekov. Yelchin sempre será lembrado por seu profundo amor e gratidão em realizar o trabalho que tanto gostava.

“Sinto-me grato por cada dia que estou no set. Se em algum momento sinto que não estou sendo grato, me decepciono comigo mesmo, pois somos todos imensamente afortunados em fazer esse negócio lindo e lunático… É uma loucura a quantidade de gente e o empenho necessários na criação dessas imagens para que todos possam assistí-las. Fazer parte disso é muito especial”, explicou Yelchin, certa vez.

“Checov tem momentos heróicos, mas o que o torna tão divertido de interpretar é sua simplicidade e seu otimismo. Sinto-me muito privilegiado por ter a chance de usar o traço alegre que Walter Koenig (o Chekov original) acrescentou tão lindamente ao personagem”, disse ainda o ator.

Ao relembrar a convivência e o trabalho com Yelchin, J.J. Abrams diz: “Adorei trabalhar com o Anton. Ele foi uma alma profundamente bondosa. Não dá pra acreditar, nem suportar que ele tenha partido”.

startrek_1

Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema!


Não esqueça de CURTIR nossa MATÉRIA ESPECIAL: