Temer não renova Lei do Audiovisual e cinema nacional pode ser prejudicado

Temer não renova Lei do Audiovisual e cinema nacional pode ser prejudicado

COMPARTILHE!

Segundo Lauro Jardim, colunista do O Globo, o presidente Michel Temer vetou nessa quinta-feira a renovação da Lei do Audiovisual.

Em linhas gerais, significa que o governo não tem obrigação de fomentar o cinema mundial com uma verba específica para aquecer o cinema nacional.

Em declaração à coluna, o ministro da cultura Sérgio Sá Leitão diz que ainda não haverá “prejuízo para o setor”, porque a Lei do Audiovisual só vence em 31 de dezembro.

“Temos tempo. Agora, é blitz no Congresso para resolver logo”, disse o ministro.

Participe do nosso grupo ESPECIAL no Facebook » https://goo.gl/BBFEmQ

     

Leitão mencionou ainda que a não renovação da Lei do Audiovisual fere a Lei de Responsabilidade Fiscal.


Crítica | A Babá - Netflix lança comédia de terror sobre culto satânico


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.