TNT repudia comentário de Rubens Ewald no Oscar e deve retirá-lo de futuras coberturas

TNT repudia comentário de Rubens Ewald no Oscar e deve retirá-lo de futuras coberturas

COMPARTILHE!

A TNT emitiu um comunicado repudiando o comentário transfóbico feito pelo comentarista de cinema, Rubens Ewald Filho.

Durante sua cobertura do Oscar 2018, no último domingo (04), o aclamado jornalista de cinema fez uma observação preconceituosa em relação à atriz Daniela Vega. No instante em que ela se apresentou no palco, o crítico de cinema fez uma observação desnecessária e preconceituosa: “Essa moça, na verdade, é um rapaz.”.

O comentário repercutiu de forma negativa nas redes sociais e a emissora se viu obrigada e repudiar o equívoco cometido por Rubens, salientando a possibilidade de ele não mais participar de futuras coberturas de eventos do ramo.

Confira:

“A TNT repudia toda ação e/ou manifestação preconceituosa de qualquer natureza. A marca valoriza, incentiva a respeita a inclusão, a diversidade em todas suas iniciativas para levar o melhor conteúdo e entretenimento para seus fãs”, diz o comunicado.



Publicidade

“Alinhado a esse propósito, a direção da TNT já conversou com o comentarista Rubens Ewald Filho para evitar que episódios como os comentários feitos durante a transmissão do Oscar no último domingo se repitam, e decidirá nas, próximas semanas, o futuro de sua participação nas transmissões e conteúdos digitais da marca”, continua o texto.

O comunicado ainda conta com um pedido de desculpas por parte do jornalista, ratificando sua credibilidade:

“Rubens Ewald Filho é um dos mais respeitados e conceituados críticos de cinema do país, e há anos leva informação, conhecimento e sua paixão na cobertura das premiações pela TNT. Rubens se desculpa pelos termos que possam ter ofendido ou provocado mal-estar. Em nenhum momento houve a intenção de endossar qualquer posicionamento preconceituoso.”

 

O Oscar 2018 foi o menos assistido da história.

A medidora de audiência Nielsen divulgou os números preliminares e a cerimônia marcou apenas 18,9 pontos de audiência na noite desse domingo, 04.

Foi a edição menos assistida do principal prêmio mundial de cinema.

Trata-se de uma queda de 15% em relação ao Oscar 2017, também apresentado por Jimmy Kimmel, que teve audiência de 22,4 pontos.

Até então, o recorde de pior audiência era de 2008, quando a cerimônia apresentada por Jon Stewart cravou baixos 21.9 pontos de audiência.

Confira a lista completa de vencedores, com os vencedores em negrito:

Melhor Filme
Me Chame pelo Seu Nome
O Destino de Uma Nação
Dunkirk
Corra!
Lady Bird – A Hora de Voar
Trama Fantasma
The Post – A Guerra Secreta
A Forma da Água
Três Anúncios Para Um Crime

Melhor Direção
Christopher Nolan, por Dunkirk
Jordan Peele, por Corra!
Greta Gerwig, por Lady Bird – A Hora de Voar
Paul Thomas Anderson, por Trama Fantasma
Guillermo del Toro, por A Forma da Água

Melhor Atriz
Sally Hawkins, por A Forma da Água
Frances McDormand, por Três Anúncios Para Um Crime
Margot Robbie, por Eu, Tonya
Saoirse Ronan, por Lady Bird – A Hora de Voar
Meryl Streep, por The Post – A Guerra Secreta

Melhor Ator
Timothée Chalamet, por Me chame pelo seu nome
Daniel Day-Lewis, por Trama Fantasma
Daniel Kaluuya, por Corra!
Gary Oldman, por O Destino de Uma Nação
Denzel Washington, por Roman J. Israel, Esq.

Melhor Roteiro Adaptado
Me Chame Pelo Seu Nome
Artista do Desastre
A Grande Jogada
Logan
Mudbound

Melhor Roteiro Original
Doentes de Amor
Corra!
A Forma da Água
Lady Bird – A Hora de Voar
Três anúncios para um crime

Melhor Ator Coadjuvante
Willem Dafoe, por Projeto Flórida
Woody Harrelson, por Três Anúncios para um Crime
Richard Jenkins, por A Forma da Água
Sam Rockwell, por Três Anúncios Para Um Crime
Christopher Plummer, por Todo o Dinheiro do Mundo

Melhor Atriz Coadjuvante
Mary J. Blige, por Mudbound
Allison Janney, por Eu, Tonya
Lesly Manville, por Trama Fantasma
Laurie Metcalf, por Lady Bird – A Hora de Voar
Octavia Spencer, por A Forma da Água

Melhor Documentário em Longa-Metragem
 Abacus: Pequeno o Bastante Para Condenar
Visages villages
Ícaro
Últimos Homens em Aleppo
Strong Island

Melhor Animação
O Poderoso Chefinho
Viva – A Vida é Uma Festa
O Touro Ferdinando
Com Amor, Van Gogh
The Breadwinner

Melhor Design de Produção
A Bela e a Fera
Blade Runner 2049
O Destino de uma Nação
Dunkirk
A Forma da Água

Melhor Fotografia
Blade Runner 2049
O Destino de uma Nação
Dunkirk
Mudbound
A Forma da Água

Melhor Figurino
A Bela e a Fera
O Destino de uma Nação
Trama Fantasma
A Forma da Água
Victória e Abdul

Melhor Maquiagem e Cabelo

O Destino de Uma Nação

Extraordinário

Victoria e Abdul

Melhor Mixagem de Som
Em Ritmo de Fuga
Blade Runner 2049
Dunkirk
A Forma da água
Star Wars: Os Últimos Jedi

Melhor Edição de Som
Em Ritmo de Fuga
Blade Runner 2049
Dunkirk
A Forma da Água
Star Wars: O Último Jedi

Melhor Curta de Animação
Dear Basketball
Garden Park
Lou
Negative Space
Revolting Rhymes

Melhor Curta
Dekalb Elementary
The 11 o’clock
My Nephew Emmett
A Criança Silenciosa
Waty Wote/All of us

Melhor Montagem
Melhor Filme Estrangeiro
O Insulto (Líbano)
Sem Amor (Rússia)
The Square – A Arte da Discórdia (Suécia)
Corpo e Alma (Hungria)
Melhores Efeitos Visuais
Guardiões da Galáxia Vol.2
Kong – A Ilha da Caveira
Star Wars – Os Últimos Jedi
Planeta dos Macacos – A Guerra

Melhor Canção Original
“Remember Me” – Viva – A Vida é uma Festa
“This is Me”O Rei do Show
“Mighty River”Mudbound
“Mystery of Love”Me Chame Pelo Seu Nome
“Stand Up for Something” – Marshall

Melhor Trilha Sonora
Dunkirk – Hans Zimmer
Trama Fantasma – Jonny Greenwood
A Forma da Água – Alexandre Desplat
Star Wars: Os Últimos Jedi – John Williams
Três Anúncios Para Um Crime – Carter Burwell


Publicidade

Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c