'Um Lugar Silencioso': Diretor fala sobre a importância de ter escalado uma atriz surda

'Um Lugar Silencioso': Diretor fala sobre a importância de ter escalado uma atriz surda

COMPARTILHE!

Representatividade é uma palavra que tem gerado bastante polêmica nos últimos anos, com atores sendo escalados para papéis controversos. O diretor John Krasinski, por outro lado, nem ao menos considerou escalar uma atriz que não fosse realmente surda para o papel de sua filha no terror 'Um Lugar Silencioso', que também tem a mesma condição. A atriz Millicent Simmonds conseguiu o papel, e o diretor falou um pouco sobre a experiência:

"Contratar uma atriz surda não era negociável para mim, mas eu não pensei que seria tão sortudo de ter não só uma atriz surda, como também o ser humano mais bonito, que me guiou por essa experiência e foi muito honesto sobre como realmente era ser surda," Conta Krasinski. "[Simmonds] não estava intimidada. Ela me dizia 'Isso é o que eu faria nesse momento [...] e isso é como uma briga com o meu pai seria'. Foi incrível."

Kransinki também revelou que a atriz o ajudou com as linguagens de sinal, o ensinando e o orientando no decorrer ds gravações do filme. Segundo ele, tornou "toda a experiência muito mais real".

Com 100% de aprovação no Rottem Tomatoes, site americano que reúne críticas de cinema e televisão, o filme foi aclamado por especialistas.




Um Lugar Silencioso” marca um passo adiante de Krasinski como ator e diretor. Ele encontrou um material ideal para um recomeço, oferecendo uma experiência eletrizante, onde os sustos não vêm dos estrondos, mas dos sussurros e do silêncio. Na era em que vivemos hoje, do ‘caos da informação’, é libertador ficar imerso num filme silencioso onde o menor sinal de barulho pode matar você”, opina Eric Kohn, do Indiewire.

“Por mais que nem sempre a gente compre a ideia que vemos no filme, Krasinski é um cineasta suficientemente talentoso para esconder nossas objeções. Ele dirige com todos os seus sentidos”, elogia Owen Gleiberman, da Variety.

Já a crítica da Vanity FairJoanna Robinson, elogia a escolha de Emily Blunt para protagonizar o filme.

“Embora seja a terceira vez de Krasinski como diretor, é sua primeira vitória, e, grande parte disso, deve-se a ênfase na questão familiar e na sua escolha por dar a sua mulher o papel de protagonista”, revela. “Mesmo os espectadores que não aceitam a metáfora do filme, morrerão de medo”, conclui o crítico John DeFore, do Hollywood Reporter.

Um Lugar Silencioso‘ chega aos cinemas brasileiros no dia 5 de abril.

John Krasinski (13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi), que dirige e atua na produção, também assina o roteiro com Bryan Woods e Scott Beck. Emily Blunt (A Garota do Trem) é a mãe de uma família que tenta se manter em total silêncio para sobreviver à uma ameaça que ronda a sua casa e que pode atacá-los ao menor sinal de barulho.




Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c