Will Smith revela porque dispensou ‘Django Livre’, de Tarantino

Will Smith revela porque dispensou ‘Django Livre’, de Tarantino

COMPARTILHE!

Quando ‘Django Livre‘ (Django Unchained) foi anunciado, Will Smith estava anexado ao projeto como o protagonista, Django. Meses antes das filmagens começar, o ator se desligou da produção, e foi substituído por Jamie Foxx (‘Rio’).

Em entrevista à THR, Smith revelou o motivo de não ter assinado contrato.

“Foi por causa da direção criativa que a história seguiu. Por fim, não se tornou uma história tão perfeita como eu queria: um homem que aprende a matar para resgatar a sua mulher que foi levada como escrava. A ideia era perfeita. Mas Quentin preferiu seguir outro caminho”, afirmou.




Segundo ele, o diretor preferiu seguir um caminho mais sombrio e fazer um filme sobre vingança, o que não o agradou.

“Queria muito fazer aquele filme, mas senti que a única maneira era fazê-lo uma história de amor, não de vingança. Não podemos olhar para o que aconteceu em Paris e não se preocupar na violência do mundo. Não consigo me ligar à violência como resposta. Amor tem de ser a resposta”, concluiu.

Na época do lançamento do filme, Will deu outra justificativa:

“Django não era o protagonista, e eu precisava desta liderança. O outro personagem era o protagonista”, afirmou, se referindo ao personagem de Christoph Waltz. “Tentei negociar com Quentin. Eu disse ‘Não, Quentin, por favor, eu preciso matar o bandido!”, concluiu.




Ironicamente, Christoph Waltz foi considerado um Ator Coadjuvante pelo Oscar, enquanto Jamie Foxx foi promovido como protagonista do filme.

Apesar de não aceitar participar da produção, Smith elogia o trabalho de Tarantino: “Achei brilhante, mas não era para mim”.

Django Livre‘ levou os Oscars de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Original, e arrecadou ótimos US$ 413 milhões mundialmente.


 

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «