No dia 31 de março de 1964, o Brasil adentrava um dos períodos mais sombrios de sua extensa História: pouco depois da deposição do presidente João Goulart, que foi ameaçado de morte antes mesmo de regressar de sua viagem à China, os militares tomaram o poder de forma inconstitucional e aplicaram o golpe que duraria 21 anos (ou seja, até 1985).

Em meio a essas mais de duas décadas, de fato o período de maior repressão viria com Costa e Silva, o 2º militar na presidência que outorgou o AI-5 e, com ele, ordenou o fechamento do Congresso e repressão e tortura aos opositores do governo (no caso, a qualquer pessoa que ousasse abrir a boca contra os que estavam no poder). O resultado não poderia ter sido outro: milhares de pessoas foram encarceradas e mortas, e as notícias sobre esses homicídios viriam à tona muitos anos depois (e até hoje, estão em processo de descoberta).

Mesmo assim, durante a ditadura, inúmeros artistas posicionaram-se contra o governo e fizeram de tudo para criticá-lo, fosse através da música, da literatura ou do cinema. Desde Caetano Veloso até Glauber Rocha, tais prolíficos nomes inspiraram uma geração a se levantar contra a censura e, até hoje, servem de base para longas-metragens, romances e séries ambientadas naquela época.

Por essa razão, o CinePOP separou dez filmes sobre o regime civil-militar que teve início na década de 1960, abrangendo diversas décadas e ajudando a destruir o negacionismo existente acerca dessa conturbada época.

Confira:

TERRA EM TRANSE (1967)

Direção: Glauber Rocha

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

No fictício país de Eldorado, o jornalista Paulo Martins se vê no centro de uma luta pelo poder, abandonando a vida como escritor para políticos para viver com sua namorada em Alecrim. Entretanto, numa situação de extrema injustiça, ele decide finalmente entrar para a luta armada.

PRÁ FRENTE BRASIL (1982)

Direção: Roberto Farias

Nos anos 1970, época dos anos de chumbo e do milagre econômico da Ditadura Civil-Militar, o país divide-se em dois: de um lado, o público vibra com a seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo, agora sediada no México; do outro, militantes e terroristas são torturados por agentes da repressão oficial – incluindo Jofro Godoi da Fonseca, que é encarcerado e torturado depois de ser confundido com um guerrilheiro de esquerdo.

O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? (1997)

Direção: Bruno Barreto

O jornalista Fernando e seu amigo César abraçam a luta armada contra a ditadura militar no final da década de 60, após a publicação do AI-5. Os dois se alistam em um grupo guerrilheiro de esquerda e, em uma das ações do grupo militante, César é ferido e capturado pelos militares. Fernando então planeja o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick, para negociar a liberdade de César e de outros companheiros presos.

O DIA QUE DUROU 21 ANOS (2013)

Direção: Camilo Tavares

Documentos secretos e gravações originais da época mostram a influência do governo dos Estados Unidos no Golpe de Estado no Brasil em 1964. O filme destaca a participação da CIA e da própria Casa Branca na ação militar que deu início a ditadura.

SOLDADOS DO ARAGUAIA (2017)

Direção: Belisário Franca

Entre 1972 e 1975, o Exército Brasileiro enviou milhares de soldados a selva amazônica para exterminar a Guerrilha do Araguaia. Quarenta anos mais tarde, os soldados que participaram do conflito contam as atrocidades da tortura sofrida: o tratamento dado a guerrilheiros e soldados quase não se distingue.

O BOM BURGUÊS (1979)

Direção: Oswaldo Caldeira

Para ajudar a luta revolucionária, o funcionário de um banco resolve desviar uma grande quantia de dinheiro do banco onde trabalha, o que acaba colocando sua vida em perigo.

O DESAFIO (1965)

Direção: Paulo César Saraceni

O Golpe Militar de 1964 no Brasil leva um jovem jornalista a um vácuo existencial. Diante das desilusões amorosas e políticas, ele se encontra sem perspectivas de vida.

JANGO (1984)

Direção: Silvio Tendler

O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24º presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1o de abril de 1964.

QUE BOM TE VER VIVA (1989)

Direção: Lúcia Murat

Murat, que foi torturada no período da ditadura militar, narra a vida de algumas mulheres brasileiras que pegaram em armas contra o regime militar. Há uma série de depoimentos de guerrilheiras e cenas do cotidiano dessas mulheres que recuperaram, cada uma à sua própria maneira, os vários sentidos de viver.

LAMARCA (1994)

Direção: Sérgio Rezende

A verdadeira história de um capitão que, durante a Ditadura Militar no Brasil, abandonou as forças armadas e se envolveu em grupos de guerrilha de esquerda, tornando-se um de seus líderes mais notáveis.

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE