Filha de uma atriz e um ator, Drew Barrymore nasceu em Culver City, Califórnia. Nascida cercada de artistas, inclusive tem padrinhos famosos: Sophia Loren e Steven Spielberg, ela participa desse universo da interpretação desde criança. Após sua estreia no cinema com um pequeno papel em Viagens Alucinantes (Altered States), ela conseguiu o papel para interpretar Gertie em E.T. – O Extraterrestre. A partir do enorme sucesso do lendário filme de Spielberg, foi virando aos poucos uma grande estrela de Hollywood.

Para sugerir alguns filmes na carreira dessa carismática atriz, segue abaixo 10 ÓTIMOS filmes com Drew Barrymore:

Grey Gardens


Baseado em documentário de meados da década de 70, Grey Gardens é produzido pelo HBO e teve várias indicações ao Emmy e conta a trajetória de vida de Edith Bouvier Beale e sua mãe Edith Ewing Bouvier, tia e prima de Jacqueline Kennedy. A grande Jessica Lange ao lado de Drew Barrymore dão vida as protagonistas.

Aproveite para assistir:



 

E.T. – O Extraterrestre


Disponível em diversos streamings, esse é um dos grandes clássicos do cinema. Dirigido pelo genial Steven Spielberg e lançado no início dos anos 80, conta a história de um jovem que encontra um extraterrestre e ao lado dos irmãos embarcam em uma aventura emocionante tendo a amizade como força propulsora.

 

Nunca Fui Beijada

Longa-metragem com personagens carismáticos, lançado um pouco antes dos anos 2000, tem Drew Barrymore na pele de uma jornalista que lutando para se estabelecer na profissão embarca em uma pauta inusitada se passando por uma estudante para uma matéria sobre a adolescência. Dirigido pelo cineasta californiano Raja Gosnell.


 

Para Sempre Cinderela

Nessa adaptação do grande clássico Cinderela, nos mostra uma jovem que após o falecimento de seu pai precisa passar por situações difíceis com a madrastra até encontrar um príncipe encantado digno dos livros. O longa é dirigido pelo cineasta Andy Tennant (que depois dirigiria outros sucessos como: Hitch – O Conselheiro Amoroso, Caçador de Recompensas e o seriado da Netflix O Método Kominsky).

 


Letra e Música

Lançado em 2007 e disponível hoje no ótimo catálogo da HBO Max, Letra e Música é uma comédia romântica que nos mostra um ex-astro da música que buscando alançar novamente o sucesso acaba conhecendo uma jovem compositora. O filme foi um grande sucesso e a química entre Drew Barrymore e Hugh Grant é maravilhosa!

 

Duplex


Quase 20 anos atrás, no ano de 2003, chegava aos cinemas de todo o mundo uma comédia que mostra as aventuras de um casal que se muda para um lugar mas precisa enfrentar uma chata vizinha. O filme conseguiu arrecadar o dobro do que custou em bilheterias de todo o mundo. O projeto é dirigido pelo também ator Danny DeVito.

 

Como se Fosse a Primeira Vez


Um dos filmes mais comentados da carreira de Drew, nessa parceria com Adam Sandler que marcou uma geração de cinéfilos. Disponível na Netflix, o filme mostra um homem apaixonado que conhece a mulher de sua vida, só que ela sofre um acidente e passa a sofrer de perda de memória recente. Ainda apaixonado, ele resolve viver todos os dias como se fosse a primeira vez. Lindo filme!

 


Amor em Jogo

Disponível no catálogo da Star+, Amor em Jogo, protagonizado por Drew e pelo hoje consagrado apresentador Jimmy Fallon, nos mostra um homem que é obcecado por pelo seu time de beiseball durante toda sua vida até que um dia conhece uma mulher por quem se apaixona perdidamente. Só que o relacionamento entre os dois passa por altos e baixos, já que ele sempre coloca os jogos do time como prioridade.

 

Já Estou com Saudades

Nesse drama sobre amizade disponível na HBO Max, ao longo de quase duas horas de projeção, acompanhamos duas melhores amigas de longa data que após uma notícia de um câncer em uma delas precisarão estarem cada vez mais unidas dando forças uma para outra. A direção é assinada pela cineasta texana Catherine Hardwicke (diretora de Crepúsculo e Aos Treze)

 

Pânico (1996)


As diversas maneiras de encontrar o medo. Lançado em meados da década de 90, dando início a uma revolução quando pensamos em filmes de terror, Pânico, um dos mais conhecidos filmes de slasher (subgênero do terror onde há um serial killer, vítimas aleatórias e a descoberta de quem é o vilão) chegou chutando a porta da emoção com um abre alas pra lá de eletrizante que já mostrava a força do que vinha pela frente no roteiro assinado por Kevin Williamson, na época em seu primeiro trabalho como roteirista! E como acertou em cheio! A direção fica a cargo do genial Wes Craven que depois de inúmeros trabalhos como diretor de filmes de terror, uma carreira que começou no início da década de 70 com o filme Aniversário Macabro, iniciava a saga de sua franquia mais famosa.

Não deixe de assistir: