10 ÓTIMOS FILMES que entraram no catálogo da NETFLIX em 2022

Um dos streamings mais acessados disponíveis no Brasil, a Netflix, tem como uma de suas inúmeras qualidades ter um acervo constantemente atualizado com novas produções e também filmes mais antigos. Com tantos filmes ao nosso alcance, as vezes ficamos em dúvida sobre o que conferir. Para ajudar você leitor, fizemos uma lista abaixo com 10 ÓTIMOS FILMES que entraram no catálogo da NETFLIX em 2022:

 

Mães Paralelas

As escolhas, a maternidade e o passado. Chegou ao catálogo da Netflix, depois de uma passagem relâmpago por algumas salas de cinema de todo o Brasil, o novo filme do aclamado diretor espanhol Pedro Almodóvar, Mães Paralelas. Indicado a dois Oscars em 2022, o projeto mostra recortes na vida de duas mulheres unidas pela maternidade e uma situação que une ainda mais essas duas almas. Mas engana-se quem pensa que o filme só aborda isso, com uma profunda crítica aos tempos do ditador Franco, em uma história que corre em paralelo, além de aprofundar a questão sobre a maternidade, Almodóvar enche a tela de saudade, amor, conflitos e toda a força que um ser humano precisa ter para enfrentar os obstáculos da vida.

 

Que horas ela volta?

A personalidade criadora deve pensar e julgar por si mesma, porque o progresso moral da sociedade depende exclusivamente da sua independência. Transformando uma história simples em um fabuloso roteiro, um dos filmes mais elogiados dos últimos tempos de nosso cinema, Que Horas ela Volta? . Sensação por onde foi exibido e contando com uma direção inspirada de Anna Muylaert, o longa-metragem de 112 minutos é cativante do início ao fim. Para dar vida à forte protagonista, parece não haver dúvidas que a escolha pela atriz e apresentadora Regina Casé foi mais do que certeira, uma atuação espetacular que vai fisgar o espectador desde os primeiros diálogos.

 

Não deixe de assistir:

O Golpista do Tinder

O total egoísmo inescrupuloso. Desde que o crescimento do universo dos aplicativos de paquera se tornaram febre em todo o planeta, pessoas de todos os lugares se jogaram na poderosa atração de conseguir encontrar o príncipe (ou a princesa) encantado em questão de um clique. Tem gente que usa de forma honesta e até consegue encontrar alguém legal mas em alguns casos nada é conforme o divulgado. A nova produção da Netflix, O Golpista do Tinder mostra o caso real de diversas mulheres que foram atraídas e caíram no golpe de homem que só queria o dinheiro delas, bem parecido com o conhecido Esquema Ponzi. As dores das vítimas, o abalo emocional, tudo isso é exposto nesse ótimo documentário.

 

Queda Livre: A Tragédia do Caso Boeing

Quando o poder e o lucro se tornam ferramentas egoístas sem pensar no próximo. Chegou recentemente ao catálogo da Netflix o documentário produzido por Ron Howard, Queda Livre: A Tragédia do Caso Boeing. Ao longo de uma hora e meia de projeção vamos descobrindo variáveis importantes deixadas de lado por uma das principais empresas da aviação comercial que visando sua reestruturação, ações, dinheiro, lucro, abandonou princípios básicos de segurança ocasionando perdas humanas em dois polêmicos acidentes aéreos em um curto intervalo. No documentário, muito bem conduzido pela cineasta Rory Kennedy, indicada ao Oscar 2015 na categoria de Melhor Documentário em Longa-Metragem por Last Days in Vietnam, vemos as dores das famílias, as investigações de um jornalista de um jornal norte-americano, depoimentos de especialistas em aviação que buscam entender como a omissão fora ator importante para essas tragédias.

 

As Boas Maneiras

Uma das coisas que conquistam o público dentro de uma sala de cinema é quando na tela gigante a originalidade toma conta, produzindo uma corrente de emoções diferentes culminando em algo que beira ao inesquecível. Após o excelente Trabalhar Cansa, a dupla de cineastas Juliana Rojas e Marco Dutra retomam a parceria de sucesso, criando um enredo que vai se construindo aos poucos, como se lentamente subíssemos uma escada em direção ao surpreendente.

 

Os Amigos

As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável. Exibido no Festival de Gramado anos atrás e com algumas passagens em outros festivais aqui no Brasil, o simpático filme Os Amigos é uma fábula moderna sobre um homem e suas depressões cotidianas causadas por abalos emocionais em muitos campos de sua vida. Protagonizado pelo competente Marco Ricca, e com a maravilhosa Dira Paes como coadjuvante, o trabalho dirigido pela cineasta Lina Chamie é uma jornada inteligente sobre as reflexões que passamos ao longo de muitos momentos de nossas vidas. É o tipo de filme que faz constantes paralelos com a realidade de cada um de nós.

 

Rédeas da Redenção (The Mustang)

Exibido no prestigiado Festival de Sundance anos atrás, The Mustang, primeiro trabalho como diretora de Laure de Clermont-Tonnerre e com o já experiente ator belga Matthias Schoenaerts no papel principal, é um filme bastante sensível que aborda fortes temas familiares através da mudança de perspectiva de seu protagonista que começa a se envolver em um trabalho diferente, mesmo dentro de uma prisão. O roteiro consegue boas profundidades para abordar vários temas que envolvem o protagonista conseguindo criar um elo importante para entendermos as ações e consequências ao longo dos 96 minutos de projeção.

 

Um Lugar Silencioso

O silêncio mais apavorante dos últimos tempos quando pensamos em cinema. Depois do sonolento Família Hollar, sua primeira aventura na direção de um longa-metragem, o ator e cineasta norte-americano John Krasinski, famoso por papéis na famosa série The Office e creditado em mais de quarenta filmes ao longo da carreira, volta para trás das câmeras dessa vez para um projeto ambicioso onde trabalha elementos de ritmo e interação poucas vezes vistos em filmes de suspense/terror. Um Lugar Silencioso possui uma força gigante em seu roteiro, com uma adequada direção de Krasinski, além de vários pontos de clímax, culminando em um desfecho para lá de épico.

 

Laços de Afeto

As variáveis incontroláveis dos relacionamentos. Chegou recentemente ao catálogo da Netflix, um filme italiano maduro e divertido que aborda questões bastante atuais. Aos olhos de um adolescente de classe média alta na Itália que tem dois pais, vamos acompanhando o cotidiano dessa família que passará por muitas mudanças e algumas batalhas mas sempre na busca pela felicidade de todos. O direção é assinada pelo cineasta Marco Simon Puccioni.

 

O Céu de Suely

Que bom seria ter seu amor mais uma vez. Um dos filmes mais aclamados da última década quando pensamos em cinema brasileiro, O Céu de Suely, segundo longa-metragem da carreira do cineasta cearense Karim Ainouz, é um projeto que nos diz muito sobre desilusões e as escolhas que precisamos tomar, mesmo dentro da inconsequência, quando nada mais faz sentido em nossas vidas. Dentro de um contexto melancólico, desesperada, aflita, sem rumo, a protagonista toma uma decisão no mínimo polêmica, sofrendo o preconceito e travando uma batalha interna, gerando conflitos inclusive na casa onde está hospedada. Um filme que gera muitas reflexões. Uma atuação impactante da atriz Hermila Guedes.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS