Zendaya fez sua estreia como atriz no cenário do entretenimento com a divertida série infantil No Ritmo, do Disney Channel, pavimentando uma carreira que a lançou ao estrelato como nenhuma outra performer de sua geração.

Vencedora do Emmy de Melhor Atriz em Drama pela aclamada produção Euphoria, Zendaya já participou de inúmeras produções de alto calibre – incluindo O Rei do Show‘Homem-Aranha’ -, com vários outros projetos já confirmados em sua carreira. Entretanto, antes de estourar como uma das favoritas da crítica e do público, a artista fez incursões musicais que deram uma pausa e que, a qualquer momento, podem voltar.

Para relembrar as investidas que fez quando mais nova, o CinePOP separou uma breve lista com cinco canções para conhecer a carreira musical de Zendaya, desde faixas promocionais da série supracitada até singles solo de seu álbum de estreia homônimo.

Confira:



“SWAG IT OUT”, 2011

single de estreia de Zendaya foi lançado de forma independente e logo chamou a atenção da crítica por representar o melhor da comunidade jovem. Com apenas quinze anos, a cantora e compositora já havia arquitetado uma narrativa cujo conceito girava em torno do amor-próprio e da vida, exaltando a “sua melhor versão e o melhor que você pode fazer na vida”.

Aproveite para assistir:

Além de assinar os versos, Zendaya também teve participação ativa na construção do videoclipe, aliando-se ao produtor Glenn A. Foster para um R&B eletrônico com referências à música dos anos 2000 e a nomes como BeyoncéNicki MinajKanye West.

“SOMETHING TO DANCE FOR”, 2012



Ainda no Disney Channel, Zendaya e Bella Thorne dividiram os holofotes com inúmeras colaborações muito bem produzidas, incluindo “Watch Me”, que dominou as rádios infantis por várias semanas e revelaram o lado musical de ambas as atrizes. Entretanto, não foi até o lançamento de “Something to Dance For” que Zendaya ganhou seu primeiro momento solo na Casa Mouse.

Infundida com um dançante e contagiante electro-pop, a track foi escrita por Jeannie LurieAris ArchontisBenjamin DherbecourtChen Neeman e funciona como uma transformativa e explosiva canção digna das pistas de dança que fala sobre amor e sonhos.

“REPLAY”, 2013

Considerada por muitos (inclusive por este que vos fala) como a melhor música de Zendaya“Replay” definitivamente merecia mais reconhecimento do que tem e não pode ficar de fora das playlists motivacionais e de dança. Cada elemento da canção é construído com demasiada cautela, culminando em uma vibrante celebração da vida.

Alicerçada no R&B, no electro-pop e no dubstep, a faixa ganhou atenção dos especialistas tanto pela competente produção manuseada por Mick Schutz quanto pela envolvência dos versos, a música alcançou o Top 40 da Billboard Hot 100 e veio acompanhado de um incrível videoclipe (que você pode conferir acima).

“SOMETHING NEW”, 2016

Três anos depois de ter lançado seu primeiro álbum de estúdio, Zendaya passou por um profundo processo de maturação que acompanharia cada parte de sua carreira. A maior representação dessa mudança artística veio com a colaboração “Something New”, performada ao lado de Chris Brown.



Alimentado por uma sample do ovacionado grupo feminino TLC, mais precisamente da canção “Creep”, a música é uma mistura interessante entre passado e presente, unindo as décadas de 1990 e 2000 em uma refrescante rendição para a nova geração – movida pelo R&B e pela dissonância do electro-pop do final dos anos 2010.

“REWRITE THE STARS”, 2017

Unindo Zendaya a outro grande nome outrora do panteão Disney, Zac Efron, “Rewrite the Stars” é uma das canções que marcou o ano de 2017. Pertencente à trilha sonora de O Rei do Show, a semi-balada em dueto mistura elementos do pop e da eletrônica em uma envolvente história de amor que nos conquista desde os primeiros segundos.

A música foi composta pela dupla formada por Benj PasekJustin Paul, que já haviam trabalhado juntos em ‘La La Land: Cantando Estações’, e levou para casa o Teen Choice Award por Melhor Colaboração, além de arrancar elogios da crítica pela química de Zendaya e de Efron, bem como da nostálgica produção.

Comentários

Não deixe de assistir: