Escolher canções de lendas da músicas nunca é um trabalho fácil, principalmente quando essa lenda é ninguém menos que uma das deusas da indústria, Dolly Parton. A musicista, que provou sua versatilidade diversas vezes ao migrar do country para o pop e do bluegrass para o americana, completa 75 anos no dia de hoje (19) e mostra que seu legado e suas influências permanecem mais vivos do que nunca.

Para celebrar uma carreira recheada de sucessos críticos e comerciais, que lhe renderam mais de 100 milhões de records vendidos8 estatuetas do Grammy (isso sem mencionar suas honrarias no cinema e na televisão), separamos uma singela lista com suas dez músicas mais famosas.

Confira abaixo as nossas escolhas e conte para nós qual a sua iteração preferida:

JOLENE (1973)

Em 2004, “Jolene” entrou para a lista da revista Rolling Stones como uma das 500 melhores canções de todos os tempos. Considerada como a canção mais regravada da história da música, a canção, que gira em torno de uma mulher sedutora que tem todos os artifícios para roubar o homem da cantora. Indicado a duas estatuetas do Grammy Awards, a música levou para casa a estatueta 43 anos após seu lançamento original, em uma versão com o grupo a capella Pentatonix.

I WILL ALWAYS LOVE YOU (1973)



Antes de Whitney Houston encarnar a poderosa balada romântica, “I Will Always Love You” ganhou vida na voz de Dolly. A canção foi escrita em homenagem ao seu parceiro Porter Wagoner após ela resolver se aventurar na carreira solo. Sucesso de vendas e de crítica à época de seu lançamento, a faixa foi regravada por outras dezenas de artistas, incluindo Linda RonstadtLeAnn Rimes.

LOVE IS LIKE A BUTTERFLY (1974)

Produzida por Bob Ferguson, “Love Is Like a Butterfly” não poderia ficar de fora da noss a lista. A faixa, que pertence ao 14º álbum de estúdio solo da performer, é uma sólida homenagem ao country dos anos 1950 e coloca adoráveis vocais no primeiro plano de uma declamação romântica. O single permaneceu doze semanas nas paradas de country dos Estados Unidos.

Aproveite para assistir:



HERE YOU COME AGAIN (1977)



lead single do álbum homônimo de Parton, lançado em 1977, representou a grande transição da artista do country para o pop. Alcançando o terceiro lugar da Hot 100 da Billboard, a divertida rendição “Here You Come Again” traz elementos de suas raízes e garantiu à performer uma estatueta do Grammy de Melhor Performance Vocal Country.

TWO DOORS DOWN (1978)

Orientado pelos breves flertes com o pop e o disco, o gritante country “Two Doors Down” garantiu mais um hit para Dolly Parton. A história é contada a partir da perpsectiva de uma mulher que acabou de terminar com seu namorado e está decidindo se deve comparecer a uma festa que ocorre duas portas longe de seu apartamento – eventualmente se envolvendo com um novo homem.

YOU’RE THE ONLY ONE (1979)

Composta por Carole Bayer SagerBruce Roberts“You’re the Only One” faz parte do 21º álbum de estúdio solo de Parton, mais uma vez conquistando as paradas de country dos Estados Unidos. A singela balada arranca alguns dos melhores vocais da artista e fala sobre a saudade de um amor que partiu por um grave erro da protagonista.



9 TO 5 (1980)

A música-tema de ‘Como Eliminar seu Chefe’ é um hino do country e da classe trabalhadora dos Estados Unidos. “9 to 5” foi indicada ao Oscar de Melhor Canção Original e levou para casa duas estatuetas do Grammy, incluindo Melhor Canção Country, além de ter aparecido na lista de melhores músicas do American Film Institute em 2004.

TENNESSEE HOMESICK BLUES (1984)

Reminiscência da educação interiorana de Parton no Tennessee, “Tennessee Homesick Blues” traz temas similares às primeiras composições da artista, incluindo “My Tennessee Mountain Home”. Girando em torno de uma protagonista na cidade de Nova York e se recordando de sua infância, a faixa foi um sucesso comercial e crítico, garantindo à Dolly sua décima indicação ao Grammy Award de Melhor Performance Vocal Country.

YELLOW ROSES (1989)


O segundo single do álbum ‘White Limozeen’ é uma das melhores incursões de Dolly no mundo da música. A semi-balada, movida pelos acordes nostálgicos do violão e da guitarra, alcançaou o topo das paradas country. Caminhando para um crescendo pincelado com múltiplas camadas vocais, a narrativa é centrada em um amor que partiu e deixou saudades.

TRAVELIN’ THRU (2006)

A faixa principal do drama LGBTQ+ ‘Transamérica’ colocou Parton como uma das principais aliadas da comunidade queer. Indicada a um Oscar, um Globo de Ouro e um Grammy Award, a canção é sobre uma jornada para encontrar seu lar e a si mesmo, ainda mais considerando que a protagonista do longa é uma mulher transexual, vivida por ninguém menos que Felicity Huffman.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE