‘Besouro Azul’: Bruna Marquezine explica por que não pode falar sobre o filme

Desde o dia 13 de julho, o sindicato dos atores dos EUA aderiu à greve contra a Aliança de Produtores de Cinema e Televisão (AMPTP), na tentativa de conseguir melhores salários e impedir o a reprodução de suas imagens e vozes através de inteligência artificial

Por conta disso, diversos atores anunciaram que não vão participar de eventos de divulgação de seus próximos lançamentos.

E a brasileira Bruna Marquezine também se juntou à causa, o que a impede de falar sobre ‘Besouro Azul‘, filme que marca sua estreia em Hollywood.

Na trama, Bruna interpreta Jenny Kord, filha do cientista Ted Kord, que desapareceu há anos sem deixar pistas sobre seu paradeiro e abandonando sua empresa, a Indústrias Kord.

É ela quem entrega para Jaime Reyes (Xolo Maridueña) o escaravelho alienígena que lhe dá super-poderes… Eventualmente, eles acabam se tornando um par romântico.

Apesar de não ser membro do Screen Actors Guild, Bruna disse à revista Quem que estar “do lado certo da história”, apoiando em todos os sentidos a greve de atores e roteiristas que vem paralisando a indústria cinematográfica nos Estados Unidos.

“Por conta da greve não posso falar sobre o filme [Besouro Azul] e isso parte o meu coração. Todos nós do elenco, equipe, direção, gostaríamos de estar divulgando este filme como ele merece. Como a gente sonhou e é muito triste não poder falar da representatividade, da importância, da oportunidade que a América Latina e o Brasil tem de se apropriar de um espaço que demoramos tanto tempo para ter nessa indústria, fora dos nossos países”, explicou ela.

Ela argumentou que esse processo “é muito sofrido, mas ao mesmo tempo é muito importante estar do lado certo da história e apoiar os atores. A greve é de extrema importância e urgente. Tudo que está sendo reivindicado tem essa urgência.”

Por fim, ela reforçou que a produção tem um significado maior do que um filme de super-herói e que é uma conquista para todo povo de origem latina.

Não deixe de assistir:

“Não é sobre – me arrependendo de ser tão honesta -, mas não é sobre o lucro, isso não importa para mim e sei que para todos os meus colegas de elenco. É sobre a mensagem que este filme tem para passar. Sobre se apropriar deste espaço que, talvez para o brasileiro, essa narrativa não faça muito sentido, mas quando chegamos lá fora a primeira coisa que eles enxergam é: você é latino e colocado nessa categoria.”

Assista nossa entrevista com o diretor de ‘Besouro Azul‘:

Ele também foi só elogios à atriz:

“Eu vi uma fita da Bruna e senti que ela era tão forte. Ela era muito consciente, muito vulnerável, muito feroz. Ela me deu tudo o que acho que representa uma mulher latina e as mulheres com quem eu cresci. E ter uma pessoa tão talentosa e tão profissional, durante toda a filmagem, trazendo suas próprias ideias, e realmente incorporando a personagem? Não consigo ver uma Jenny diferente na minha mente.”, ele afirmou.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS